Cena Política Titulo
Atila volta a ficar sob mira da Câmara
Da Redação
19/07/2023 | 07:00
Compartilhar notícia
Seri


As contas de 2019 da Prefeitura de Mauá, penúltimo ano de gestão do hoje deputado estadual Atila Jacomussi (Solidariedade), estão para entrar na pauta de votação da Câmara assim que o recesso terminar. O TCE (Tribunal de Contas do Estado) emitiu parecer negativo à contabilidade e, caso o Legislativo acate a recomendação da Corte, Atila corre risco de ficar inelegível. E o que chama atenção é a baixa movimentação nos bastidores com relação ao tema. Atila, que tem tido dificuldades de relacionamento com os vereadores, ainda tateia a situação no Legislativo. Pelo lado governista, o assunto também é pouco falado. Algumas figuras da sustentação avaliam que não é momento de tirar Atila da eleição porque ele seria o adversário ideal na tentativa de reeleição do prefeito Marcelo Oliveira (PT). Outros, no entanto, querem votar e rejeitar as contas, para tirar Atila do jogo em 2024.

Rejeitou, mas ganhou
A rejeição das contas, por si só, não asseguram a retirada de Atila Jacomussi (SD) das urnas. Isso porque, em 2021, a Câmara de Mauá acompanhou o parecer do Tribunal de Contas do Estado e rejeitou o balancete de 2017. Esse movimento foi insuficiente para tirá-lo da eleição do ano passado. Atila não só disputou, como se elegeu deputado estadual.

Caminho congestionado
E, por falar em Atila Jacomussi, ele está confiante na migração para o Republicanos, partido do governador Tarcísio de Freitas. Atila andou anunciando que está tudo certo para sua mudança partidária assim que a janela de troca de sigla for aberta. Com o movimento, Atila tentaria atrair o eleitorado bolsonarista de Mauá, mesma fatia disputada por Clóvis Volpi (PL) e Juiz João (PSD).

Nomeação
Ex-vereador e ex-presidente da Câmara de São Caetano, Sidão da Padaria foi nomeado para exercer função de assessor na Secretaria da Fazenda na gestão do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB). A portaria foi publicada ontem, no Diário Oficial municipal.

Pé gelado – 1
A piada correu solta no Paço de São Bernardo na tarde de ontem. Tudo porque a Mercedes-Benz anunciou a extensão do lay-off de funcionários – as férias forçadas dos trabalhadores vai até agosto, pelo menos – cinco dias depois da visita do prefeito Orlando Morando (PSDB) à fábrica.

Pé gelado – 2
“Uma alegria ver a retomada da produção e a recuperação da indústria, em especial em São Bernardo, e esperamos que essas medidas de incentivo se tornem permanentes para que a economia volte a ser aquecida”, disse Morando, em sua postagem sobre o evento de sexta-feira. Print da declaração foi compartilhada por aliados que não veem a hora de o dia 1º de janeiro de 2025 chegar.

No Recife, de olho em 2024
Enquanto não consegue encerrar a novela que virou sua filiação ao PSB, após deixar o PT – sigla na qual ficou por cerca de 28 anos –, o vereador andreense Eduardo Leite desembarcou anteontem no Recife (PE) para uma série de compromissos, o que inclui reunião com o prefeito da Capital pernambucana, João Campos (PSB). Além do encontro com lideranças políticas, o parlamentar põe foco no futuro e quer aproveitar a visita para conhecer programas e iniciativas da Prefeitura, como nas áreas de tecnologia e saúde. Vale lembrar que o ex-petista é nome fortemente cotado pelo partido para disputar o Paço de Santo André na eleição do ano que vem.  




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;