Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Equipe jovem do S.Caetano endurece com o Banespa


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

18/10/2001 | 00:36


A garotada do São Caetano se esforçou. Jogou no limite de sua capacidade o tempo todo. Mas deu a lógica: o Banespa – reforçado pelos selecionáveis Giovane, Escadinha e Rodrigão – venceu por 3 sets a 0 (25/21, 25/23 e 26/24) a partida válida pelo Campeonato Paulista que foi disputada no ginásio Milton Feijão. Em Santo André, o Shopping ABC, que luta por uma vaga na fase semifinal, venceu o Adep/Mogi também por 3 a 0 (25/21, 25/22 e 25/19).

“Eu diria que o resultado aqui foi ilógico, pois com um time com a qualidade do deles deveria atropelar o nosso. Chegamos a abrir três, quatro pontos de vantagem no segundo e no terceiro sets, mas o emocional pesou muito. A garotada não conseguiu acreditar que vencia o Banespa. Precisamos amadurecer muito ainda”, afirmou o treinador do São Caetano, Antonio Angelo Gonçalves, o Tonico.

O técnico do Banespa, Mauro Grasso, não gostou do que o time apresentou, mas culpou a falta de entrosamento do grupo com os três jogadores que estavam na Seleção Brasileira. “Foi muito menos do que podemos fazer. Erramos muito, principalmente no ataque. E os dois levantadores – começou com Joel e depois entrou Leandro – estiveram abaixo do que normalmente produzem”. Ele não sabe até quando poderá contar com os selecionáveis e por isso pretende manter todo o elenco com ritmo de jogo, já que o Banespa tem apenas três partidas até o encerramento da fase de classificação do Paulista.

Onda de azar – O técnico do Adep/Mogi não lamentou apenas a derrota para o Shopping ABC por 3 sets a 0, mas tudo o que ocorreu desde a saída de sua cidade até a chegada ao ginásio Pedro Dell‘Antonia. “O ônibus pegou um congestionamento terrível. O meu carro furou o pneu e chegamos todos atrasados. Além disso, só treinamos uma vez desde os Jogos Abertos do Interior. E, por falta de verbas, só podemos contar com nove jogadores”, disse Ronaldo Lopes da Rocha, o Espigão.

Em Guarulhos, o Palmeiras ganhou do Rio Branco por 3 a 1 (25/15, 23/25, 25/11 e 25/15), mas o técnico Cacá Bizzochi também lamentou a sorte. “Fomos o único time grande que perdeu um set para eles”.

Em Araraquara, o Lupo/Náutico ganhou do Suzano por 3 a 2 (21/25, 25/23, 23/25, 28/26 e 20/18). O resultado é ruim para o Shopping ABC/Santo André, que briga diretamente com a equipe do interior por uma vaga nas semifinais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Equipe jovem do S.Caetano endurece com o Banespa

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

18/10/2001 | 00:36


A garotada do São Caetano se esforçou. Jogou no limite de sua capacidade o tempo todo. Mas deu a lógica: o Banespa – reforçado pelos selecionáveis Giovane, Escadinha e Rodrigão – venceu por 3 sets a 0 (25/21, 25/23 e 26/24) a partida válida pelo Campeonato Paulista que foi disputada no ginásio Milton Feijão. Em Santo André, o Shopping ABC, que luta por uma vaga na fase semifinal, venceu o Adep/Mogi também por 3 a 0 (25/21, 25/22 e 25/19).

“Eu diria que o resultado aqui foi ilógico, pois com um time com a qualidade do deles deveria atropelar o nosso. Chegamos a abrir três, quatro pontos de vantagem no segundo e no terceiro sets, mas o emocional pesou muito. A garotada não conseguiu acreditar que vencia o Banespa. Precisamos amadurecer muito ainda”, afirmou o treinador do São Caetano, Antonio Angelo Gonçalves, o Tonico.

O técnico do Banespa, Mauro Grasso, não gostou do que o time apresentou, mas culpou a falta de entrosamento do grupo com os três jogadores que estavam na Seleção Brasileira. “Foi muito menos do que podemos fazer. Erramos muito, principalmente no ataque. E os dois levantadores – começou com Joel e depois entrou Leandro – estiveram abaixo do que normalmente produzem”. Ele não sabe até quando poderá contar com os selecionáveis e por isso pretende manter todo o elenco com ritmo de jogo, já que o Banespa tem apenas três partidas até o encerramento da fase de classificação do Paulista.

Onda de azar – O técnico do Adep/Mogi não lamentou apenas a derrota para o Shopping ABC por 3 sets a 0, mas tudo o que ocorreu desde a saída de sua cidade até a chegada ao ginásio Pedro Dell‘Antonia. “O ônibus pegou um congestionamento terrível. O meu carro furou o pneu e chegamos todos atrasados. Além disso, só treinamos uma vez desde os Jogos Abertos do Interior. E, por falta de verbas, só podemos contar com nove jogadores”, disse Ronaldo Lopes da Rocha, o Espigão.

Em Guarulhos, o Palmeiras ganhou do Rio Branco por 3 a 1 (25/15, 23/25, 25/11 e 25/15), mas o técnico Cacá Bizzochi também lamentou a sorte. “Fomos o único time grande que perdeu um set para eles”.

Em Araraquara, o Lupo/Náutico ganhou do Suzano por 3 a 2 (21/25, 25/23, 23/25, 28/26 e 20/18). O resultado é ruim para o Shopping ABC/Santo André, que briga diretamente com a equipe do interior por uma vaga nas semifinais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;