Setecidades Titulo Memória
Dos quadrinhos de Disney... ...às pranchetas técnicas. E o roqueiro exercita sua arte... ...nos quadrinhos do News Seller

Conta o filho e historiador Renato Dotta que o pai, Láercio Dotta, em 1967, na época da publicação de seus desenhos no quase Diário do Grande ABC, estava trabalhando nas Indústrias Químicas Anhembi, em São Caetano

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC
04/01/2023 | 07:15
Compartilhar notícia


Laércio Dotta foi admitido na Anhembi em 29 de março de 1966 e ali se aposentou em 1998.

COM VOCÊS, BIZÓCA...

Texto: Renato Dotta

Complemento a partir de histórias que meu pai me contou em outros momentos, que ele tinha o sonho de ser desenhista de histórias em quadrinhos da Disney, muito lidos na época. Diante da dificuldade, acabou para os desenhos de tubulação, que eram muito requisitados. Ainda na juventude, meu pai foi fisiculturista e membro de uma banda de rock chamada Os Dinâmicos.

Enfim, meu caro, veja se se interessa por essas histórias, as quais posso levantar mais alguns detalhes, e eventuais documentos, com minha família. Seu interesse será um estímulo a mais para organizar essas informações, que, acredito, não podem se perder.

NOTA DA MEMÓRIA – É isso aí, Renato, essas informações não podem mesmo se perder. Elas formam, reunidas, a verdadeira história do Grande ABC. E “Memória” fica imensamente feliz em descobrir mais um colaborador do sistema NS/Diário – no caso, o Sr. Laércio – e saber do interesse do filho em pesquisar mais sobre a vida do Curandeiro Vicente. Siga em frente.

Crédito da foto 1 – Álbum familiar

TIRA. Quadrinhos desenhados por Laércio Dotta e publicados em 1º de janeiro de 1967 no Diarinho: nosso personagem se assinava Big-Dots Produções

Crédito da foto 2 – Álbum familiar

Crédito da foto 3 – Fernanda Lininberg (DGABC-TV)

PAI E FILHO. Laércio Dotta, desenhista; Renato Dotta, historiador: memória construída

Era 1984. 

A migração bombava

Em 1984, Dalvino Pinheiro de Assis desembarcava na Estação Rodoviária do Tietê, em São Paulo, e uma cena o marcou para sempre.

- Venham trabalhar em São Bernardo, temos vaga na Volkswagen.

- A Mercedes-Benz precisa de mão-de-obra, venham com a gente.

- Olá pessoal, a Ford está admitindo.

- Venham preencher uma ficha na Scania.

Os gritos vinham de recrutadores de operários para a indústria automobilística ainda em expansão. Dalvino tinha 16 anos. Deixara a estação rodoviária de Fortaleza, no Ceará, em companhia da família e em busca de melhores condições de vida.

- A Volkswagen estava construindo seu último pavilhão, ou última ala.

Só na Volks o número de empregos diretos passava dos 40 mil. A Avenida Maria Servidei Demarchi ficava abarrotada de ônibus, todas as tardes, para o transporte dos funcionários de volta às suas casas depois de mais uma jornada de trabalho. Também bombava o movimento sindical. “Desindustrialização” não era, ainda, a palavra de ordem naquele bendito ano de 1984.

Trinta e oito anos depois...

Dalvino permanece em São Bernardo. Constituiu família. Trabalha de vigia num condomínio do Centro. E numa das manhãs desta nos contou a sua história. Obrigado, amigo.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Domingo, 3 de janeiro de 1993 – ano 34, edição 8274

CENA POLÍTICA (Rafael Guelta) – O vereador reeleito Gabriel Gonçalves (PDT) está comemorando 29 anos de atuação ininterrupta na Câmara Municipal de Diadema.

É na história do Grande ABC o vereador que mais vezes se reelegeu.

Quando terminar a atual legislatura ele terá completado 33 anos de vida política.

FUTEBOL – Dois times do Grande ABC, Santo André e São Caetano, disputam a partir de quarta-feira (6-1-2023) a Copa São Paulo de Futebol de Juniores. Serão 32 times em disputa, divididos em oito séries.

Santo André jogará em Campinas pela Série H.

São Caetano em casa, pela Série G.

SANTOS DO DIA

Angela de Foligno

Manuel Gonzáles Garcia 

Clemente de Sardes

Isabel Ana Seton

HOJE

Dia Nacional do Portador de Hemofilia

Dia Mundial do Braille

Dia Mundial do Hipnotismo

MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Aniversariam em 4 de janeiro: Espírito Santo (RN), Imaculada e Lagoa Seca (PB), Santa Rosa do Sul e União do Oeste (SC), e Santiago e São Francisco de Assis (RS).

Em 4 de janeiro de...

1878 – Há 145 anos chegava em São Caetano a segunda leva de imigrantes italianos.

1903 – Foi deferido o requerimento de dona Alice Muller, professora do bairro Ipiranguinha, Município de São Bernardo, pedindo licença para adicionar ao seu nome o sobrenome do marido.

Propaganda anticlerical. Cartões postais ilustrados na redação d’A Lanterna, à Rua da Quitanda, 2 (sobrado). A série completa custa 2$000: “Glória e homenagem a Emílio Zola”.

1968 - Sociedade Esportiva Olaria, de Ribeirão Pires, realiza a prova pedestre Antonio Simões, vencida Por Manoel Ferreira, do Ribeirão Pires FC.

Brigadeiro Faria Lima, prefeito de São Paulo, vem a Santo André e participa como paraninfo da formatura dos alunos da Escola Química Industrial do ABC. A solenidade realiza-se no Salão Nobre da Escola Industrial Júlio de Mesquita.

1978 - Sebastião Gomes de Moraes, o Sebastião "Crente", mudava-se para a favela dos Amoritas, no Jardim do Estádio, em Santo André.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;