Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 16 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Não há nenhuma orientação de privatização da Caixa, diz nova presidente



05/07/2022 | 19:50


A nova presidente da Caixa, Daniella Marques, disse nesta terça-feira, 5, que não há nenhuma orientação do governo para a privatização do banco público.

"A privatização da Caixa não é objeto nem de discussão nesse momento. Na pandemia, houve a criação de um banco digital que tem muito valor, mas vamos respeitar os ritos de governança da Caixa para avaliar esse valor. Não está em discussão no momento nem a privatização da Caixa e nem a venda de nenhum ativo", respondeu.

Marques relatou que apresentou na última sexta-feira (1) um plano de ação para reverter a atual crise do banco - envolvendo as denúncias de assédio contra o ex-presidente, Pedro Guimarães. Segundo ela, a partir de amanhã começarão as reuniões com as vice-presidentes da Caixa para definir o foco de atuação comercial do banco.

"Além das suas atividades convencionais, a Caixa vinha desenvolvendo uma plataforma de microcrédito muito ampla e esse é um foco estratégico nosso, incluindo a renovação dos fundos garantidores do Pronampe e do Peac, com até R$ 90 bilhões em crédito para PMEs e MEIs", lembrou.

"A Caixa já vinha desenvolvendo no setor de agro, mas preciso me reunir com as vice-presidências do banco para definir a estratégia e as prioridades para o segundo semestre", completou.

Ex-secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella assumiu o comando do banco após uma série de denúncias assédios sexual e moral levarem ao afastamento do ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Líder da instituição desde o início do governo de Jair Bolsonaro - e próximo ao presidente -, Guimarães nega as denúncias.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;