Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Na disputa com a China, EUA fortalecerão investimentos e alianças com parceiros



26/05/2022 | 12:33


A política dos Estados Unidos para lidar com a China sob o governo do presidente Joe Biden se resume a três palavras: "investir, aliar e competir", segundo afirmou o secretário de Estado americano, Antony Blinken, durante discurso nesta quinta-feira, 26, na Universidade de Washington.

De acordo com ele, o país vai investir nas suas cadeias produtivas e em pesquisa e desenvolvimento interno, aliando suas políticas com parceiros globais, para "competir com a China", de forma a "defender os seus interesses e construir sua visão de futuro".

Para o secretário, os EUA devem liderar as inovações tecnológicas para que elas sejam usadas globalmente sob um pretexto democrático, e não autocrático.

Blinken acusou o governo do presidente da China, Xi Jinping, de ter tornado a liderança do Partido Comunista Chinês "mais opressora internamente e agressiva externamente". "Não podemos confiar na China para alterar sua trajetória, então vamos construir um ambiente estratégico ao redor de Pequim", disse.

Apesar das críticas, o secretário negou que os EUA queiram conflito com os chineses, e tampouco pretendem impedir que o gigante asiático seja uma potência global. Ainda assim, prometeu "defender as leis internacionais".

Para Blinken, a China é o único país que tem tanto a "intenção" quanto a capacidade de alterar as regras que regem a ordem internacional, atualmente "sob ameaça" pela Rússia, após a invasão à Ucrânia.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;