Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com ouro de Darlan, Brasil termina Ibero-Americano de Atletismo com 22 medalhas



22/05/2022 | 18:30


Com o brilho do atleta olímpico Darlan Romani, o Brasil encerrou sua campanha no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo, neste domingo, com 22 medalhas, sendo três de ouro conquistadas nesta tarde no estádio Olímpico Camilo Cano, na cidade de La Nucia, na Espanha. Assim como Darlan, Vitória Rosa e Rafael Pereira subiram ao lugar mais alto do pódio.

Confirmando a grande fase nas competições internacionais, Darlan anotou a distância de 21,70 metros no arremesso do peso. Estabeleceu, assim, o novo recorde do campeonato, superando marca que pertencia ao português Marco Fortes, de 20,69 m, obtida em 2010.

O campeão mundial indoor neste ano e 4º colocado na Olimpíada de Tóquio vai permanecer na Europa para mais competições nas próximas semanas. O brasileiro Wellington Morais fez uma dobradinha nacional com Darlan no pódio ao levar a prata, com 20,78m.

A velocista Vitória Rosa foi ainda melhor no Ibero-Americano. Neste domingo, ela conquistou seu segundo ouro ao vencer os 200 metros, com o tempo de 23s53. A brasileira Lorraine Martins subiu no mesmo pódio, com o bronze, por ter completado a prova em 23s80. A portuguesa Lorene Bazolo, com 23s67, completou o trio vitorioso. Na sexta-feira, primeiro dia de disputas, Vitória já havia brilhado nos 100m, com ouro e o tempo de 11s22.

O terceiro ouro do dia foi obtido por Rafael Pereira nos 110 metros com barreira. Ele venceu com a marca de 13s47, à frente do local Daniel Cisneiros (13s53) e do compatriota Eduardo de Deus, com 13s53.

No lançamento do dardo, Pedro Henrique Nunes Rodrigues e Luiz Maurício Dias da Silva faturaram a prata e o bronze, respectivamente, com suas melhores marcas pessoais. Pedro registrou 80,74m (segunda melhor marca da história do Brasil) enquanto Luiz anotou 80,41m, terceira melhor marca de um brasileiro. O ouro ficou com o português Leandro Ramos, com 81,37m.

Valdileia Martins e o revezamento 4x400 metros do Brasil faturaram a prata. Valdileia se destacou no salto em altura, com 1,84m, enquanto Tábata Vitorino de Carvalho, Liliane Parrela, Chayenne Pereira da Silva e Tiffani Marinho marcaram o tempo de 3min32s50. Andressa Oliveira de Morais ficou com o bronze no lançamento do disco, com 58,33m.

No total, o Brasil obteve 22 medalhas na cidade espanhola, com quatro de ouro, 10 de prata e oito de bronze). O time nacional terminou a competição no quarto lugar geral no quadro de medalhas, atrás apenas da anfitriã Espanha (30: 14 de ouro, 8 de prata e 8 de bronze), República Dominicana (14: 6 de ouro, 5 de prata e 3 de bronze) e Cuba (10: 5 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;