Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro debocha de presença de observadores internacionais no pleito brasileiro



19/05/2022 | 21:53


O presidente Jair Bolsonaro debochou nesta quinta-feira, 19, da presença de observadores internacionais nas eleições brasileiras. "Podem botar 1 milhão de observadores nas eleições; vão observar o quê?", minimizou durante live transmitida nas redes sociais.

A declaração de Bolsonaro vem após o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Fachin, dizer que pretende trazer ao Brasil mais de cem observadores de instituições internacionais para acompanhar o pleito de outubro. Ao falar sobre o assunto, o presidente da República voltou a falar na existência de uma "sala secreta" de apuração dos votos na Corte, algo já desmentido pelo tribunal. "Vão ter acesso ao código-fonte para ver qual é a apuração? Qual o conhecimento deles de informática?", questionou Bolsonaro.

A vinda de observadores internacionais é criticada pelo presidente, que tem feito ataques sistemáticos à lisura do processo eleitoral. Ele chegou a pressionar o Palácio do Itamaraty a colocar objeções para dificultar a entrada de observadores da União Europeia no País.

O presidente ainda afirmou que a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em outubro já estaria definida, com base em uma notícia de que o senador Jaques Wagner (PT) estaria conversando com embaixadores de outros países sobre a possível posse do petista.

"Jaques Wagner, conversando com embaixadores de outros países, para dizer como Lula vai tomar posse com apoio de outros países. Já definiram as eleições. Que negócio é esse? Tá definido quem é o presidente?", questionou.

O Supremo Tribunal Federal (STF) também foi alvo do presidente, que disse que cinco ministros da Corte seriam "favoráveis ao aborto".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;