Fechar
Publicidade

Sábado, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ouvidoria indica redução de 32% em mortes por ação policial

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


24/04/2022 | 14:35


Relatório da Ouvidoria das Polícias do Estado de São Paulo aponta uma redução de 31,91% no número de mortes em consequência de intervenção policial entre 2020 e 2021, ano em que os agentes de segurança passaram a utilizar câmeras de vídeo corporais. No ano passado, a Ouvidoria recebeu denúncias de 480 mortes em decorrência de intervenção policial. No ano anterior, foram relatados 705 óbitos.

As informações confirmam a queda identificada em dados que haviam sido divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. A pasta apontou uma redução de 29,98% nos registros de mortes ligadas à atividade policial. Os dados da Ouvidoria são referentes aos casos que chegaram até o órgão por meio de reclamações e outras formas de contato, como imprensa e instituições de direitos humanos.

O percentual da diferença entre os dados absolutos registrados pelos órgãos, no entanto, cresceu. "Em 2019, as mortes em decorrência de intervenção policial, 99,08% foram registradas pela Ouvidoria; em 2020 o percentual caiu para 86,61%, continuando em queda em 2021, para 84,21%", aponta o relatório.

O documento coloca a interlocução para reduzir o uso da força pelas polícias, em especial os casos de morte em decorrência de intervenção policial, como uma das prioridades da Ouvidoria. Nessa linha, são citadas medidas como o rigor no acompanhamento de episódios de violência por parte da polícia e a promoção de um maior uso de armamentos não letais.

O relatório ainda dá destaque para o uso de câmeras de vídeo corporais por policiais no Estado: "A câmera corporal qualifica o conjunto probatório de provas; dá transparência e aumenta a confiança da população na polícia na medida em que possibilita a investigação de casos de abuso e a captação de provas. Também contribui para reflexões internas sobre controle da polícia, medidas disciplinares e as relações entre a polícia e a comunidade".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;