Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Roger Guedes diz que família é gremista e revela recusa à proposta árabe



03/12/2021 | 18:51


A aguardada partida entre Corinthians e Grêmio, no domingo, pode ser difícil para Roger Guedes. O atacante tem a chance de ajudar o time paulista a derrubar o rival gaúcho para a Série B do Campeonato Brasileiro. O problema para o jogador é que sua família inteira torce pelo Grêmio, segundo ele mesmo revelou nesta sexta-feira.

"Não vou mentir, não. Não torcia para o Corinthians, minha família inteira é gremista. Mas tinha carinho pelo Corinthians. Eu tinha essa vontade de jogar aqui, meus empresários sabiam. Neste ano tive outras propostas, mas queria vir ajudar o Corinthians, era um sonho que eu tinha", declarou o atacante.

A partida deste domingo, na Neo Química Arena, conta com elementos importantes que devem apimentar o duelo. E não apenas porque o Corinthians busca a classificação direta para a fase de grupos da Copa Libertadores, e o Grêmio luta para escapar da queda para a segunda divisão.

O time paulista vai reencontrar o técnico Vagner Mancini, que não teve sucesso no comando da equipe neste ano. O treinador "esquentou" ao afirmar que a partida seria uma "guerra". Roger Guedes, no entanto, tratou de colocar panos quentes na declaração.

"Vi a entrevista do Mancini que vai ser uma guerra, mas a euforia fica fora de campo. Tem uma pequena rixa do passado. Mas fica com eles, o que nos importa são os três pontos. Sabemos que o Grêmio briga contra o rebaixamento, mas só queremos os três pontos para classificar na Libertadores", declarou.

A "rixa" a que se refere Roger Guedes remete ao ano de 2007, quando o Grêmio ajudou a definir a queda do Corinthians para a Série B. Foi o empurrãozinho dos gaúchos que jogou o Corinthians do "abismo". O resultado, combinado com a vitória do Goiás sobre o Internacional, na mesma rodada, confirmou a queda corintiana. Houve comemoração dos jogadores gremistas, enquanto os alvinegros choravam.

PROPOSTA RECUSADA - Na mesma entrevista, o atacante mostrou sinceridade ao responder sobre o interesse de clubes estrangeiros. E confirmou que recebeu proposta do Sharjah, dos Emirados Árabes. O clube propôs 8 milhões de euros (cerca de R$ 51 milhões) ao time paulista.

"Chegou realmente, para mim, uma proposta oficial do Sharjah, dos Emirados. Sentei com meu empresário, Paulo Pitombeira, conversamos bastante, mas meu foco está no Corinthians. No domingo, vou completar um turno inteiro jogando aqui. Quero títulos no ano que vem, sabemos que teremos uma Libertadores pela frente. Focado só nisso, é tentar conquistar títulos e tentar chegar na seleção brasileira", projetou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;