Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bahia exigirá comprovante de vacinação completa para transporte intermunicipal



25/11/2021 | 08:43


O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que, a partir do dia 10 de dezembro, o Estado passará a exigir a comprovação de vacinação com as duas doses contra a covid-19 para o uso do transporte intermunicipal. O decreto será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira, 25.

O petista enfatizou que a medida também servirá para a parcela da população que já estiver apta a receber as três doses, exceto as crianças cuja vacinação ainda não foi disponibilizada. A medida visa barrar o crescimento da contaminação. O número de casos ativos pulou de 2,5 mil há 15 dias para 3 mil na quarta-feira, 24.

"Aproveito para pedir que as prefeituras adotem a exigência da imunização completa para os servidores municipais. Para os servidores estaduais, a comprovação já está prevista em decreto", pontuou o gestor.

Atualmente, há quase 3 milhões de pessoas com o esquema vacinal em atraso na Bahia. "A batalha contra a Covid-19 ainda não acabou, portanto, precisamos nos unir e fazer aquilo que já foi comprovado cientificamente que funciona: tomar a vacina", insistiu.

Visitas aos presídios e hospitais

A mesma exigência passa a ser necessária na Bahia para atendimentos presenciais no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) a partir do dia 1º de dezembro . Além disso, também fica condicionada à apresentação do comprovante para visitas aos hospitais e unidades prisionais do Estado.

Conforme o decreto 20.894/2021 do Governo da Bahia, a vacinação pode ser atestada por meio da apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido através do aplicativo Conecte SUS, do Ministério da Saúde. A fiscalização ficará por conta da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), pela Diretoria da Vigilância Sanitária, com apoio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), juntamente da Polícia Militar e Polícia Civil.

Os decretos ocorrem no cenário da indefinição sobre anúncio da realização do Carnaval em 2022. O governo e a prefeitura de Salvador ainda discutem a possibilidade de realizar o tradicional desfile de blocos e trios elétricos nos circuitos Barra-Ondina e Campo Grande, que atraem mais de um milhão de foliões. Uma reunião entre Rui Costa e o prefeito Bruno Reis (DEM) deve acontecer ainda esta semana.

Seguem autorizados até o dia 30 de novembro eventos e as atividades com no máximo 3 mil pessoas. Porém, é necessária a comprovação da imunização contra a covid-19 por todos os presentes. Já os eventos esportivos podem ocupar 70% da capacidade dos espaços, desde que o público também mostre o esquema vacinal completo. O uso de máscara permanece obrigatório no Estado.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;