Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

PEC dos Precatórios precisa ser aprovada até 2ª semana de novembro, diz Roma



28/10/2021 | 12:22


O ministro da Cidadania, João Roma, alertou nesta quinta-feira, 28, que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos precatórios precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional até, no máximo, a segunda semana de novembro, sob pena de o pagamento do Auxílio Brasil ser dificultado.

"Até o dia 15 de novembro, no caso antes, porque 15 é segunda-feira de feriado. Nosso apelo é para que, até a segunda semana de novembro, essa medida possa ser aprovada, porque, se não, terão dificuldades operacionais para fazer chegar o recurso à população", disse Roma a jornalistas na saída do Palácio do Planalto. "Estamos sensibilizando o Parlamento para que seja o quanto antes a aprovação", acrescentou.

A PEC iria à votação na quarta-feira, mas foi adiada por falta de quórum, como admitiu o próprio presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

"O que estávamos fazendo ontem era justamente buscando sensibilizar o Congresso, visando aprovação célere da PEC, o instrumento que temos hoje para viabilizar o pagamento do Auxilio Brasil", declarou Roma a jornalistas no período da manhã desta quinta-feira. "Estamos muito preocupados com o tempo."

Ainda assim, o ministro da Cidadania voltou a mostrar confiança na aprovação da PEC. "Acredito que mais uma vez o Congresso estará ao lado dos mais necessitados", disse Roma.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;