Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Paulo Serra defende fim do uso de máscaras em espaço aberto a partir de dezembro

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de Santo André e presidente do Consórcio Intermunicipal pretende levar discussão ao colegiado na próxima assembleia


Do Diário do Grande ABC

27/10/2021 | 19:50


Prefeito de Santo André e presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Paulo Serra (PSDB) disse ontem, em live promovida pelo Diário no Facebook, que vai levar para a próxima reunião do colegiado, dia 9 de novembro, a discussão sobre desobrigar o uso de máscara de proteção em espaços abertos a partir do dia 1º de dezembro. De acordo com o tucano, a vacinação avançada em todo o Grande ABC e a diminuição nos indicadores de casos, mortes e de internação dão segurança para tomar essa decisão.

“Queremos debater a desobrigação da máscara em espaços abertos já no dia 1º de dezembro, que é o que os especialistas recomendam. As cidades da região, não só Santo André, estão mais adiantadas do que a média do Estado (de São Paulo) na vacinação contra a Covid. Deveremos estar muito perto de atingir 100% do ciclo vacinal completo da população até dezembro. Isso dá tranquilidade para desobrigar a máscara em espaços abertos. Se os prefeitos quiserem adiantar (a liberação), aí depende da discussão”, declarou Paulo Serra, que falou sobre outros pontos importantes na entrevista – leia mais na página 3 de Política.

O Diário questionou as prefeituras sobre a liberação de máscara de proteção e as administrações municipais respoderam que, por enquanto, iriam manter a obrigatoriedade do uso da máscara tanto em locais fechados como abertos.

Apesar de defender a flexibilização, Paulo Serra destacou que a decisão, caso venha a ser chancelada na reunião do Consórcio, não significa que a pandemia acabou. “Hoje (ontem) temos 30 pessoas internadas com Covid em Santo André e já tivemos 1.100. Isso é motivo de muita alegria, dá esperança, mas mas não dá para brincar. Alguns lugares na Europa, como na Rússia, tiveram que decretar lockdown, mas isso porque não estavam com a vacinação adiantada e já haviam desobrigado o uso de máscara há dois meses, critérios que não concordamos. A Covid é uma doença ainda de certo ponto desconhecida da ciência e por isso temos que nos cercar de todos os cuidados para que não tenhamos uma nova onda”, comentou Paulo Serra.

Sobre a vacinação, o chefe do Executivo de Santo André acredita que a imunização contra o coronavírus vai continuar nos próximos dias. “A vacinação vai fazer parte do nosso dia a dia. Estou deliberando para termos os drives-thrus permanentes, porque, na avaliação dos infectologistas, a vacina contra a Covid vai fazer parte do nosso dia a dia nos próximos anos, assim como é a da H1N1 (Influenza). A diferença é que não será mais necessário essa velocidade que tivemos, porque se os casos estiverem reduzidos como estão hoje a imunização vai funcionar mais como uma precaução para manter a doença controlada, diferentemente do que vivemos nesses seis meses. Eu não tenho dúvida nenhuma que a gente vai tomar muita vacina contra o coronavírus nos próximos anos”, projetou o prefeito.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;