Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá e Ribeirão aplicam terceira dose em pessoas com 50 anos ou mais

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medida contraria recomendação do governo do Estado, que liberou o reforço contra o coronavírus apenas para idosos com 60 anos ou mais


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

27/10/2021 | 00:01


Dois municípios da região, Mauá e Ribeirão Pires, anunciaram a ampliação da aplicação da dose suplementar contra a Covid para moradores com 50 anos ou mais. A iniciativa contraria determinação do governo do Estado, que por meio do PEI (Plano Estadual de Imunização) indica a imunização com a terceira dose apenas de pessoas 60 anos ou mais, assim como acontece nas outras cinco cidades do Grande ABC.

A Prefeitura de Mauá já aplica o reforço nos moradores com 50 anos ou mais desde sábado. Além da idade, a outra regra para garantir a dose é ter recebido o segundo imunizante há pelo menos seis meses. É preciso apresentar documento com foto e a carteirinha que comprove as primeiras duas doses recebidas. Os imunizantes estão disponíveis nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) espalhadas pela cidade, das 9h às 16h.

Já Ribeirão Pires anunciou ontem a ampliação da faixa etária. De acordo com a Prefeitura, as regras são similares as seguidas por Mauá e a imunização ocorre hoje no Complexo Ayrton Senna (Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193) e a partir de amanhã nas UBSs e nas USFs (Unidades de Saúde da Família), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Por meio de contato telefônico, a Secretaria de Estado de Saúde reafirmou que a dose suplementar contra a Covid deve ser liberada apenas para moradores a partir dos 60 anos, assim como determina o PEI e que os dois municípios da região serão advertidos.

O Ministério da Saúde, responsável pela distribuição dos imunizantes aos Estados, disse que não há estudos que indiquem a imunização de pessoas abaixo dos 60 anos.

Apesar de ter ampliado a faixa etária da vacinação, Mauá e Ribeirão Pires estão distantes de finalizarem a terceira dose no público com 60 anos ou mais. De acordo com informações dos boletins epidemiológicos enviados pelas prefeituras, apenas 31,4% dos mauaenses desta faixa etária já haviam recebido a terceira dose, enquanto que a cobertura em Ribeirão Pires é de 38,1%. 

As outras cidades do Grande ABC também não conseguiram avançar muito na cobertura da dose suplementar aos idosos. A melhor situação é a de São Caetano, que já protegeu 48,1% da faixa etária, seguida por São Bernardo, com 38,3% e Santo André, com 38,2%. Em Diadema 27,2% do público-alvo já foi vacinado. A Prefeitura de Rio Grande da Serra não informou os dados. No total, no Grande ABC como um todo, a cobertura da dose suplementar é de 36,3%.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;