Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

ONG entrega 50 cestas básicas em
meio à incertezas de ficar sem sede

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Instituição tem atuação de mais de 30 anos no mesmo imóvel


Daniel Tossato
Diário do Grande ABC

23/10/2021 | 08:20


Coordenadores da ONG (Organização Não Governamental) Meninos e Meninas de Rua, com sede na Rua Jurubatuba, na região central de São Bernardo, realizaram durante todo o dia de ontem ação de entrega de 50 cestas básicas para famílias carentes que vivem na cidade.


Segundo uma das coordenadoras do projeto Néia Bueno, 48 anos, a entrega das cestas deve ter beneficiado aproximadamente 200 pessoas que estiveram na sede da ONG para retirar os mantimentos. Muitos dependem das doações realizadas pelo projeto Meninos e Meninas de Rua para poder levar alimento para casa.


A iniciativa acontece em meio a batalha que a instituição, que é sediada no mesmo imóvel há mais de 30 anos, trava contra a Prefeitura de São Bernardo, sob comando do prefeito Orlando Morando (PSDB), para seguir no local. A administração quer despejar a instituição sob alegação de que a ONG estaria irregular para manter convênio com agentes públicos. A data prevista para que a Prefeitura retomasse o imóvel terminou no dia 15.


“Hoje entregamos 50 cestas básicas e que deverão beneficiar aproximadamente 200 pessoas. Vamos repetir a ação na semana que vem”, declarou a coordenadora. Sobre a situação crítica da ONG, que pode perder a sede em que ocupa, Néia sustenta que a instituição encontra forças em ações como as realizadas ontem. “Queremos que o prefeito abra canal de diálogo para que possamos conversar sobre essa situação. O Meninos e Meninas de Rua é importante para São Bernardo”, avaliou a coordenadora. “Todo esse apoio só mostra o reconhecimento que o projeto tem junto ao povo. Fazemos e fizemos história aqui no município”, disse Néia.


Por meio de nota, a Prefeitura alegou que o cumprimento da decisão de despejo da entidade depende da expedição do mandado, sob responsabilidade do Poder Judiciário. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;