Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Obra busca reflexões de ancestralidade e respeito

Livro ‘Com Qual Penteado Eu Vou?’ aborda temas que fazem a diferença na história das pessoas


Yasmin Assagra
Do Diáio

17/10/2021 | 00:47


Em um primeiro momento, é possível imaginar o que um livro que se chama Com Qual Penteado Eu Vou? pode falar sobre beleza ou estética. Mas a obra de autoria da andreense Kiusam de Oliveira diz muito mais que isso.

A história fala sobre ancestralidade, diversidade, gênero, sororidade (sentimento de irmandade, empatia entre as mulheres), virtudes e, claro, o amor.

No livro, a pequena Aisha se prepara para o aniversário de 100 anos de seu bisavô, Seu Benedito. A festa está sendo preparada no quintal de casa. Vai ter música, comida, decoração e o mais importante, a presença da família.

Animada com a celebração, Aisha conversa com os primos sobre penteados e pede para sua mãe caprichar.

Quando a festa começa e os convidados chegam, tudo fica ainda mais especial. Cada um dos 12 primos leva de presente uma virtude importante. Monifa, por exemplo, oferece a generosidade. Kwame, a sensibilidade e Amara, oferta a dedicação.

“Nas comunidades africanas, as virtudes são consideradas presentes para os seres humanos, é algo que faz parte de nós e de nossa história. Quando falamos em virtude, estamos falando também sobre ancestralidade”, afirma Kiusam.

Ao longo do livro, o leitor consegue acompanhar belas ilustrações que retratam as crianças, seus penteados e a diversidade entre eles. Adofo, por exemplo, é albino e o Olujimi tem síndrome de Down.

A obra também ensina a origem de cada nome dos primos e primas. Por exemplo, Jafari significa digno em Suaíli, e tem origem na África Oriental.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;