Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Minhoca entrega liderança do governo Paulo Serra

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Parlamentar divulgou vídeo na manhã deste domingo para anunciar que deixaria vaga


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/08/2021 | 12:04


Atualizado às 15h23

O vereador Professor Jobert Minhoca (PSDB) entregou neste domingo (29) a liderança do governo do prefeito Paulo Serra (PSDB) na Câmara de Santo André, função que desempenhava desde janeiro. Minhoca divulgou vídeo pelas redes sociais com críticas ao chefe do Executivo. Paulo Serra avisou que não irá se manifestar neste momento sobre a decisão do correligionário e não revelou quem será o substituto.

Na publicação, Minhoca argumentou que, em especial no segundo semestre, intensificou o ruído na relação entre Prefeitura e Legislativo. Como líder do governo, cabia a ele intermediar o elo entre os lados.

“Nosso prefeito Paulo Serra vem fazendo o trabalho. Porém, eu, que estou no meio da Câmara com o Executivo, nos últimos dias, principalmente nos últimos dois meses, senti que há uma falta de diálogo. Estou com muitas dificuldades na resolução das demandas de nossos vereadores”, comentou Minhoca. “Foi algo extraordinário que fiz com excelência. Entre escolher ser líder do prefeito Paulo Serra ou vereador Professor Jobert Minhoca, prefiro ser o Jobert Minhoca, aquele político que não pipoca”, emendou.

Ainda no vídeo, Minhoca faz críticas ao governo, declarando que tem recebido demandas e denúncias em seu gabinete, “em especial sobre recursos para o combate à Covid e não utilizados”. Ele também questiona as nomeações de figuras políticas de outras cidades da região dentro da administração. “Diversas pessoas têm vindo trabalhar de Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo e Diadema para projeto político específico e para ganhar altos salários. Precisamos ver se estão produzindo algo porque o dinheiro do andreense está indo embora. Tenho certeza que os profissionais técnicos de Santo André produziriam muito mais talvez com um terço desse salário.”

As declarações explicitam o clima de guerra fria que havia se instalado entre Paulo Serra e Minhoca nos últimos meses, em especial depois que o vereador andreense se aproximou do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB) – antigos aliados, Paulo Serra e Morando, atualmente, caminham em raias opostas na política regional. No sábado, a coluna Cena Política mostrou que a parceria entre Minhoca e Morando está estabelecida, a ponto de o andreense designar seu assessor Rafael Maffei para levar a São Bernardo indicações de contratação e demandas que chegam ao gabinete parlamentar.

A decisão de Minhoca também deve ter reflexos na eleição do ano que vem. No começo do ano, ao Diário, o vereador anunciou intenção em ser pré-candidato a deputado federal, buscando suporte do governo Paulo Serra. Sua pretensão era poder dobrar com a primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, potencial candidata a deputada estadual do Paço. As conversas não avançaram dentro da expectativa de Minhoca. O vereador ainda se sentiu alijado dos debates internos quando viu série de políticos ligados ao prefeito vindo a público anunciar candidatura a federal também – casos do ex-vereador Donizeti Pereira (PV), do vice-prefeito Luiz Zacarias (PL), do vereador Bahia do Lava Rápido (PSDB). Nos bastidores, outros nomes próximos de Paulo Serra costuram a campanha a Brasília, como o secretário executivo de Habitação do Estado, Fernando Marangoni (DEM), e o secretário de Desenvolvimento Econômico de Santo André, Evandro Banzato.

O governo Paulo Serra informou ao Diário que não irá se posicionar sobre a renúncia de Minhoca da liderança.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;