Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

O novo fenômeno do TikTok

Celso Luiz Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Crianças comentam o que aprendem na rede social, que permite gravar vídeos curtos e com efeitos


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

16/05/2021 | 00:01


Bastam 15 segundos e pronto, é o tempo necessário para se fazer um vídeo que, ainda mais rápido, pode viralizar para todo o planeta. Essa força é impulsionada pelo Tiktok. Uma rede social que caiu no gosto da criançada e que permite ao usuário fazer gravações curtas, de 15 a 60 segundos, e ainda se arriscar em dublagens, efeitos ou compartilhar uma coreografia, tutorial de maquiagem ou até receitas. Tudo é válido. É só soltar a imaginação.

Diante dessa de vídeos, muitas crianças e adolescentes acessam a rede social também para aprender algo novo e acompanhar pessoas que são fãs ou admiram as postagens. A rede TikTok, em muitos casos, também se tornou uma aliada durante a pandemia, em que as aulas passaram a ser remotas. 

Miguel Pinheiro de Freitas, 8 anos, de São Bernardo, descobriu o aplicativo no início da pandemia, em meados de abril do ano passado. Ele é apaixonado por skate e usa o TiTok para aprender novas manobras e acompanhar as novidades do esporte. Mas sem perder o foco da escola. “Eu estudo de manhã, chego em casa, almoço e assisto um pouco de vídeos. Faço minha lição, de tarde, e depois assisto mais um pouco”, conta. 

O aplicativo de vídeo foi lançamento em 2016. Atualmente, são aproximadamente 1,23 bilhão de usuários ativos na plataforma. A plataforma é uma das mais populares do planeta. Atualmente, só é menos baixada do que o WhatsApp e Facebook Messenger.

Maria Luiza Collacio, 10, de Santo André, conheceu o aplicativo em 2018. Diz que usa para acompanhar notícias e curiosidades de atores e séries que gosta, além dos vídeos engraçados com música e coreografias. “O Instagram, por exemplo, não acesso tanto. Raramente eu paro para mexer nele”, destaca. 

Também de Santo André, a Rafaela Maria Silva, 8, acompanha essa rede social porque gosta de dançar e conta que aprende coreografias seguindo as instruções dos vídeos. “Eu gosto mais pelas danças que aprendo. Como estudo de manhã, eu fico assistindo na parte da tarde”, detalha. Rafaela ainda comenta que divide o tempo no TIkTok com demais atividades. “Eu também faço as lições de casa e jogo pelo celular”, completa.

RESTRIÇÃO 

O TikTok precisa ser usado com atenção, assim como todas as outras redes sociais. Miguel, Maria Luiza e Rafaela comentam que, frequentemente, conversam com os pais sobre os vídeos que assistem no aplicativo e qualquer “conteúdo proibido” que apareça, é bloqueado. “Quando aconteceu comigo, o vídeo ficou em tela preta e o próprio TikTok mostrou com uma mensagem que podia ter um conteúdo mais forte. Eu fui lá, denunciei e fui bloquear a página”, detalha Maria. 

A mãe de Miguel, a analista de contratos Andréia Pinheiro, 39, reforça que monitora o uso do aplicativo pelo filho todos os dias. Ela tem o aplicativo também em seu celular, com a conta de Miguel vinculada. Isso é possível, graças ao recurso disponibilizado pela rede em 2020, chamado ‘sincronização familiar’. “O TikTok é um passatempo que deve ser usado com moderação”, finaliza Andréia.


Rede também lança campanhas seguras para alertar os pequenos

Para os pais ficarem mais tranquilos quanto ao uso dos pequenos no TikTok, na ‘Sincronização familiar’ é possível ativar o modo restrito, que censura possíveis conteúdos inapropriados alterando a aparência de imagem. Também dá para controlar mensagens recebidas, lembrando que a rede já desabilita, por padrão, mensagens diretas para menores de 16 anos. Assim, os aprendizados e brincadeiras acabam ficando mais divertidos. 

Coordenador do curso de Psicologia da faculdade Estácio. Felipe Ferreira Pinto, reforça a importância desse bate-papo familiar, até para controlar o tempo usando o aplicativo e dividir com outras tarefas e brincadeiras legais. “Ao mesmo tempo que a internet deve ser olhada com cautela, ela deve ser aproveitada no que de melhor pode oferecer. Quando olhamos em especial para o TikToK podemos ver como a internet, também une as pessoas”, alerta.

A plataforma ainda fez parceria com alguns dos principais criadores de conteúdo para divulgarem mensagens de uma maneira informativa e divertida. Além disso, os usuários podem denunciar contas, vídeos e comentários com os quais não se sentirem confortáveis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;