Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Subsídios à história política de Santo André

Eles foram vereadores em Santo André e aniversariavam praticamente no mesmo dia...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

28/02/2009 | 00:00


Eles foram vereadores em Santo André e aniversariavam praticamente no mesmo dia: Francisco Barone e Pedro Nakasone em 28 de fevereiro e José de Araújo Freitas e Manoel Ribeiro no dia seguinte, dia 29.

Os homens citados hoje estão no Almanaque de Vereadores, publicação ampliada e aperfeiçoada que foi lançada pela Câmara Municipal no ano passado.

Francisco Ângelo Antonio Barone

Nascimento: São Paulo, 28 de fevereiro de 1907.

Vereador: 1948 a 1951.

Prefeito: março de 1951 a dezembro de 1951.

Partido: PDC.

Falecimento: Santo André, 30 de agosto de 1954.

Renunciou à cadeira na Câmara em 13 de março de 1951 para assumir como prefeito - Antonio Flaquer havia saúdo para ser deputado estadual. Não havia vice-prefeito e cabia ao Legislativo, em eleição interna, escolher quem ocuparia o Executivo. Era comerciante.

Pedro Nakasone

Nascimento: Getulina (SP), 28 de fevereiro de 1931.

Vereador: 1964 a 1971.

Partidos: PTB e Arena.

Deputado estadual: 1971 a 1974.

Falecimento: Mauá, 2 de novembro de 1989.

Seu principal reduto era a colônia japonesa e as entidades culturais e clubes aos quais era ligado. Veio para Santo André no início dos anos 1950. Foi bancário, oficial de gabinete no governo estadual e corretor de imóveis. Advogado formado pela USP.

José de Araújo Freitas

Nascimento: Rio de Janeiro (RJ), 29 de fevereiro de 1899.

Vereador: 1948 a 1951.

Partido: PTB.

Falecimento: (?).

Suas intervenções voltavam-se, geralmente, a problemas urbanos. Logo no início de seu mandato indicou a necessidade da construção de uma nova estação rodoviária na cidade.

Em outro momento do mandato criticou a demora na construção de casas populares no bairro Santa Terezinha.

Manoel Ribeiro

Nascimento: Ribeirão Preto (SP), 29 de fevereiro de 1928.

Vereador: 1969 a 1977.

Partidos: MDB e Arena.

Falecimento: São Paulo, 8 de janeiro de 2000.

Desenvolveu trabalho voltado à área das Vilas Helena, Junqueira, Cecília Maria e Guilhermina, além dos Jardins Nair Conceição e do Estádio. Veio para Santo André em 1962. Trabalhou nas áreas química e metalúrgica e foi comerciante. Um dos filhos, Plínio César Ribeiro, trabalhou no Diário e graças a essa pesquisa pudemos reencontra-lo.

NAS ONDAS DO RÁDIO

USP FM (93,7) - Memória. A história do rádio Paulista: 1º de uma série de seis programas. Produção e apresentação: Milton Parron. Trabalhos técnicos: Cido Tavares. Hoje, às 9h.

ELDORADO AM (700) - Brasil de Todos os Tempos. 1) A história de Lampião, narrada pelo jornalista Moacir Assunção, autor do livro Os Homens que Mataram o Facínora; 2) Comediante José Vasconcelos e suas histórias do futebol; 3) Kid Vinil, DJ, cantor e escritor. Produção: Valéria Rambaldi; apresentação, Geraldo Nunes. Hoje, às 23h; amanhã, às 6h e 12h.

BANDEIRANTES AM (840) e FM (90,9) - Memória. A história dos cabarés em São Paulo e no Rio de Janeiro. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h da madrugada.

ABC AM (1570) - Viagem no Tempo. Jessé, Solidão de amigos, de Eunice Barbosa e Mário Maranhão; Ronnie Cord, Rua Augusta, de Hervê Cordovil; Elis Regina, Arrastão, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes. Produção e apresentação: Marcelo Duarte. Amanhã, das 8h às 9h. Contatos: viagemnotempo@radioabc.com.br.

PÉROLA DA SERRA (92.5 - comunitária). Reminiscências. Com Américo Del Corto, Ademar Bertoldo, Walter Gallo, Idmir Pedro dos Santos e Octavio David Filho. Amanhã, das 9h às 12h. Visite o site: www.peroladaserrafm.com.br.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Terça-feira, 27 de fevereiro de 1979

Revelações de Adoniran Barbosa (Chiquinho Palmério, em sua Coluna S):

1 - Um andreense muito famoso na música popular brasileira está sendo homenageado pela Escola de Samba Estação Primeira de Santo André: Adoniran Barbosa. Tudo bem, homenagem mais que merecida.

2 - O detalhe curioso é que Adoniran só começou a participar de Carnaval quando se mudou para São Paulo. Em Santo André, aos 18 anos, rapaz pobre, não tinha dinheiro para comprar ingresso para os bailes de Carnaval. Ficava nas portas dos clubes, só ouvindo os sambas, que ele adorava.

3 - Em recente entrevista, o sambista revelou também que não participava nem dos blocos andreenses: os filhos de gente rica não deixavam.

 EM 28 DE MARÇO DE...

1938 - Fundada a Associação Comercial de São Caetano.

SANTOS DO DIA

Daniel Brottier, Justo, Lupicínio, Romão e Serapião.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Subsídios à história política de Santo André

Eles foram vereadores em Santo André e aniversariavam praticamente no mesmo dia...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;