Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

João Doria confirma aprovação para início da obra do piscinão Jaboticabal

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Investimento será de R$ 130 milhões e deve começar "rapidamente", de acordo com o governador


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

06/05/2021 | 13:53


Atualizada às 22h39

O governo do Estado publicou ontem a contratação do consórcio que ficará responsável por executar a construção do Piscinão Jaboticabal, reservatório com capacidade de 910 mil metros cúbicos instalado na tríplice fronteira entre a Capital, São Bernardo e São Caetano, cujo objetivo e minimizar as enchentes nas áreas próximas aos córregos ribeirões dos Couros e dos Meninos. A estimativa da gestão estadual é dar início às obras “até o próximo mês”.

O serviço será executado pelo Consórcio RAC Jaboticabal, formado pelas empresas Passarelli Engenharia e Construção Ltda e Planova Infraestrutura Eireli. O grupo receberá R$ 131,9 milhões e terá 18 meses para finalizar os trabalhos – embora o contrato fique válido por 21 meses. As desapropriações devem consumir outros R$ 106 milhões.

A demanda do Piscinão Jaboticabal é antiga no Grande ABC, figurando na pauta do Consórcio Intermunicipal há pelo menos 20 anos. O assunto ganhou força em março de 2019, quando fortes chuvas que atingiram a região vitimaram dez pessoas.

A previsão inicial do governo do Estado era concluir o reservatório no começo deste ano, mas adiamentos foram registrados. Diante da pandemia de Covid-19, que impactou nas contas públicas, houve confirmação do recálculo do cronograma.

No dia 9 de abril, o presidente do Consórcio Intermunicipal e prefeito de Santo André, Paulo Serra, e o secretário executivo da entidade regional, Acácio Miranda, enviaram ofício ao secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, sobre a retomada do processo licitatório para início das obras. Penido revelou que a homologação do contrato aconteceria no começo deste mês e, assim, a ordem de serviço seria emitida.

“É pleito antigo da região. Há mais de dez anos esse debate se faz presente. Foram várias as tentativas e vários os entraves. Agora, é certo que será desafogo para São Caetano e São Bernardo, prejudicadas pelas enchentes”, comentou Acácio, que avisou que haverá equipe designada do Consórcio para acompanhar o processo de construção. “Já oficiamos o governo do Estado para que fossem indicados a empresa vencedora, o interlocutor junto à empresa e o interlocutor do Estado. Nada mais natural que o Consórcio acompanhe o desenrolar das obras e ela seja realizada a contento.”

Paulo Serra cobrou também atendimento ao cronograma da intervenção. “Agora, a região espera que as obras sejam iniciadas o quanto antes e que na época de chuvas não tenhamos os problemas ocorridos no passado”, afirmou o tucano.

Em vídeo ao lado do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), o governador João Doria (PSDB) comemorou a assinatura do contrato para início do projeto. Morando comentou que debate o assunto há mais de dez anos, desde a época em que era deputado estadual, “mas só o governo de João Doria conseguiu fazer”.

Por nota, o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) previu que a intervenção vai beneficiar 500 mil pessoas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;