Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais



20/04/2021 | 10:12


O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica indireta aos Estados Unidos, disse que países não deveriam impor regras a terceiros. Ele também criticou o "unilateralismo de países individualistas" e alertou para a "dissociação", uma referência a temores de que as tensões sino-americanas sobre tecnologia e segurança vão dividir indústrias e mercados em esferas separadas e menos produtivas.

"Os assuntos internacionais devem ser tratados por todos, por meio de consultas", afirmou Xi durante participação no Fórum Boao para a Ásia. "As regras feitas por um ou mais países não devem ser impostas a outros. Não importa o quão longe se desenvolva, a China nunca buscará hegemonia, não buscará esferas de influência ou se envolverá em uma corrida armamentista", completou o líder do Partido Comunista chinês. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais


20/04/2021 | 10:12


O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica indireta aos Estados Unidos, disse que países não deveriam impor regras a terceiros. Ele também criticou o "unilateralismo de países individualistas" e alertou para a "dissociação", uma referência a temores de que as tensões sino-americanas sobre tecnologia e segurança vão dividir indústrias e mercados em esferas separadas e menos produtivas.

"Os assuntos internacionais devem ser tratados por todos, por meio de consultas", afirmou Xi durante participação no Fórum Boao para a Ásia. "As regras feitas por um ou mais países não devem ser impostas a outros. Não importa o quão longe se desenvolva, a China nunca buscará hegemonia, não buscará esferas de influência ou se envolverá em uma corrida armamentista", completou o líder do Partido Comunista chinês. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;