Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após elogio a Paulo Serra, PT exige retratação de Eduardo Leite

Em entrevista ao Diário, petista disse ser difícil fazer oposição ao governo tucano; para diretório, vereador precisa retirar afagos


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

24/02/2021 | 20:49


O diretório do PT de Santo André exigiu que o vereador Eduardo Leite se retrate publicamente após, em entrevista ao Diário, elogiar o governo do prefeito Paulo Serra (PSDB).

Em nota divulgada pelas redes sociais, o comando da sigla criticou duramente as declarações de Eduardo, que disse ser “difícil fazer oposição a um governo que acerta” e que quem esperar que ele faça oposição firme à gestão tucana “vai se decepcionar”.

Na publicação, o PT citou como pontos negativos do governo tucano a negociação com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), concedendo os serviços a cargo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André); a tentativa de transação de terrenos da UBS (Unidade Básica de Saúde) na Vila Guiomar; e adoção de política de reabertura econômica em meio à pandemia. “Governo em que nada difere dos governos (de João) Doria (PSDB, governador) e (Jair) Bolsonaro (sem partido, presidente).”

“Lamentamos que Eduardo Leite se esqueça disso ao caracterizar o governo Paulo Serra e que use o espaço do maior jornal da região para colocá-lo quase que em um pedestal, enquanto sabemos dos diversos problemas que o povo de Santo André vem enfrentando por causa de suas ações e políticas. Assim como lamentamos que o vereador, desrespeitando a militância petista e a confiança dos votos que recebeu, não tenha levado suas eventuais discordâncias ao partido, para que pudéssemos debater”, emendou o diretório.

Eduardo foi convocado a prestar esclarecimentos em reunião chamada para sábado. “Adiantamos que, no caso de (as declarações dadas ao Diário) não serem desmentidas pelo vereador, tomaremos as medidas disciplinares cabíveis, acionando as instâncias partidárias devidas”, avisou a cúpula petista em Santo André.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após elogio a Paulo Serra, PT exige retratação de Eduardo Leite

Em entrevista ao Diário, petista disse ser difícil fazer oposição ao governo tucano; para diretório, vereador precisa retirar afagos

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

24/02/2021 | 20:49


O diretório do PT de Santo André exigiu que o vereador Eduardo Leite se retrate publicamente após, em entrevista ao Diário, elogiar o governo do prefeito Paulo Serra (PSDB).

Em nota divulgada pelas redes sociais, o comando da sigla criticou duramente as declarações de Eduardo, que disse ser “difícil fazer oposição a um governo que acerta” e que quem esperar que ele faça oposição firme à gestão tucana “vai se decepcionar”.

Na publicação, o PT citou como pontos negativos do governo tucano a negociação com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), concedendo os serviços a cargo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André); a tentativa de transação de terrenos da UBS (Unidade Básica de Saúde) na Vila Guiomar; e adoção de política de reabertura econômica em meio à pandemia. “Governo em que nada difere dos governos (de João) Doria (PSDB, governador) e (Jair) Bolsonaro (sem partido, presidente).”

“Lamentamos que Eduardo Leite se esqueça disso ao caracterizar o governo Paulo Serra e que use o espaço do maior jornal da região para colocá-lo quase que em um pedestal, enquanto sabemos dos diversos problemas que o povo de Santo André vem enfrentando por causa de suas ações e políticas. Assim como lamentamos que o vereador, desrespeitando a militância petista e a confiança dos votos que recebeu, não tenha levado suas eventuais discordâncias ao partido, para que pudéssemos debater”, emendou o diretório.

Eduardo foi convocado a prestar esclarecimentos em reunião chamada para sábado. “Adiantamos que, no caso de (as declarações dadas ao Diário) não serem desmentidas pelo vereador, tomaremos as medidas disciplinares cabíveis, acionando as instâncias partidárias devidas”, avisou a cúpula petista em Santo André.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;