Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

S.Caetano encontra ajuda no Corinthians

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bom relacionamento com coordenador azulino Fabinho Felix faz clube da Capital ceder atletas


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

11/02/2021 | 00:01


O São Caetano vive uma má fase financeira na qual se vê obrigado a buscar parceiros que possam ajudar a viabilizar o futebol do clube. Às vésperas da disputa da Série A-1 do Campeonato Paulista, o time está em desvantagem para os principais rivais e, enquanto a maioria já tem elenco praticamente completo, o Azulão ainda está atrás de peças para fortalecer o grupo do técnico Wilson Júnior. E o coordenador geral Fabinho Félix buscou em outro clube no qual é bem relacionado, o Corinthians, soluções para qualificar o elenco.

O primeiro a chegar foi o zagueiro Caetano, 21 anos. Ele disputou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Oeste e chega por empréstimo do Timão. “Tenho proximidade muito grande pela história dentro do clube, mas sem privilégios. As tratativas têm sido como em qualquer outra agremiação”, explicou Fabinho, que foi jogador, auxiliar e treinador interino do Corinthians. “Conheço alguns atletas e a ideia aqui é a gente colocar à disposição do treinador jogadores com bagagem e que queiram nos ajudar”, emendou o coordenador azulino.

Outro jogador que está na mira do São Caetano e que pertence ao Corinthians é o volante Warian, 24 anos. “Particularmente, trabalhei com ele. Participou do elenco de 2017, jogou a Série A pelo Atlético-GO. Tentei trazer (no ano passado) para a Série A-2, mas não foi possível. Agora reabrimos a negociação”, revelou o dirigente, que admitiu a necessidade que os corintianos arquem parcial ou integralmente com o salário destes atletas.

Um terceiro jogador, este não confirmado por Fabinho, mas apontado por jornalistas que acompanham o dia a dia do Timão como possível reforço seria o goleiro Filipe, que estava no Paraná Clube, ou o também arqueiro Caíque França, que estava no Oeste. Ambos não estão nos planos do técnico Vagner Mancini. “Agradeço ao presidente Duilio (Monteiro Alves) e ao Alessandro (Nunes, ex-lateral e atual gerente de futebol), que têm nos dado ajuda de grande valia”, disse o ex-volante.

Fabinho disse que também procurou outros times para tentar parcerias similares. “Temos mapeado atletas pontuais de clubes grandes que têm sido emprestados para ganhar experiência e rodagem. Mas alguns dos atletas que performaram bem na Série B e na Série A estão recebendo propostas de times que pagam integralmente o salário, o que é interessante para o clube (detentor do direito econômico).”

Nos próximos dias o São Caetano deverá anunciar mais contratações – até agora, apenas sete foram revelados: o goleiro Luiz, os zagueiros Carlos Alexandre e Daciel, o lateral-esquerdo Fernando Júnior, e os meias Guilherme, Perozo e Marcinho. “A gente segurou (as apresentações). Temos atletas treinando, mas por questões de documentação acabamos segurando a apresentação. Temos alguns imbróglios a resolver, mas deverão ser resolvidos até o fim da semana”, explicou Fabinho, que segue na busca das últimas peças. “Procuramos um camisa 9 e um lateral-direito. E temos duas conversas bem encaminhadas com dois volantes”, concluiu.

CAETANO
Recém-chegado do Corinthians, o zagueiro Caetano deu as primeiras declarações como jogador do São Caetano, e demonstrou querer ajudar o Azulão em seus objetivos no Estadual. “A gente chega sempre para ajudar o grupo, para fazer um ótimo trabalho aqui no São Caetano. Agora é ter foco e trabalhar ao máximo para conquistar coisas grandes aqui”, exaltou o defensor, que contou um pouco de sua história no futebol. “Fiz minha base no Rio de Janeiro. Comecei aos 7 anos no Fluminense, fiquei lá nove anos. Passei pelo Vasco e Botafogo até chegar ao Corinthians, onde fui muito feliz e graças a ele conquistei muitas coisas como profissional.”

Para quem não o conhece, Caetano ainda falou sobre suas características em campo. “Eu gosto de jogar com o passe. Minhas principais características são ter um bom passe e uma boa visão de jogo”, finalizou Caetano. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Caetano encontra ajuda no Corinthians

Bom relacionamento com coordenador azulino Fabinho Felix faz clube da Capital ceder atletas

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

11/02/2021 | 00:01


O São Caetano vive uma má fase financeira na qual se vê obrigado a buscar parceiros que possam ajudar a viabilizar o futebol do clube. Às vésperas da disputa da Série A-1 do Campeonato Paulista, o time está em desvantagem para os principais rivais e, enquanto a maioria já tem elenco praticamente completo, o Azulão ainda está atrás de peças para fortalecer o grupo do técnico Wilson Júnior. E o coordenador geral Fabinho Félix buscou em outro clube no qual é bem relacionado, o Corinthians, soluções para qualificar o elenco.

O primeiro a chegar foi o zagueiro Caetano, 21 anos. Ele disputou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Oeste e chega por empréstimo do Timão. “Tenho proximidade muito grande pela história dentro do clube, mas sem privilégios. As tratativas têm sido como em qualquer outra agremiação”, explicou Fabinho, que foi jogador, auxiliar e treinador interino do Corinthians. “Conheço alguns atletas e a ideia aqui é a gente colocar à disposição do treinador jogadores com bagagem e que queiram nos ajudar”, emendou o coordenador azulino.

Outro jogador que está na mira do São Caetano e que pertence ao Corinthians é o volante Warian, 24 anos. “Particularmente, trabalhei com ele. Participou do elenco de 2017, jogou a Série A pelo Atlético-GO. Tentei trazer (no ano passado) para a Série A-2, mas não foi possível. Agora reabrimos a negociação”, revelou o dirigente, que admitiu a necessidade que os corintianos arquem parcial ou integralmente com o salário destes atletas.

Um terceiro jogador, este não confirmado por Fabinho, mas apontado por jornalistas que acompanham o dia a dia do Timão como possível reforço seria o goleiro Filipe, que estava no Paraná Clube, ou o também arqueiro Caíque França, que estava no Oeste. Ambos não estão nos planos do técnico Vagner Mancini. “Agradeço ao presidente Duilio (Monteiro Alves) e ao Alessandro (Nunes, ex-lateral e atual gerente de futebol), que têm nos dado ajuda de grande valia”, disse o ex-volante.

Fabinho disse que também procurou outros times para tentar parcerias similares. “Temos mapeado atletas pontuais de clubes grandes que têm sido emprestados para ganhar experiência e rodagem. Mas alguns dos atletas que performaram bem na Série B e na Série A estão recebendo propostas de times que pagam integralmente o salário, o que é interessante para o clube (detentor do direito econômico).”

Nos próximos dias o São Caetano deverá anunciar mais contratações – até agora, apenas sete foram revelados: o goleiro Luiz, os zagueiros Carlos Alexandre e Daciel, o lateral-esquerdo Fernando Júnior, e os meias Guilherme, Perozo e Marcinho. “A gente segurou (as apresentações). Temos atletas treinando, mas por questões de documentação acabamos segurando a apresentação. Temos alguns imbróglios a resolver, mas deverão ser resolvidos até o fim da semana”, explicou Fabinho, que segue na busca das últimas peças. “Procuramos um camisa 9 e um lateral-direito. E temos duas conversas bem encaminhadas com dois volantes”, concluiu.

CAETANO
Recém-chegado do Corinthians, o zagueiro Caetano deu as primeiras declarações como jogador do São Caetano, e demonstrou querer ajudar o Azulão em seus objetivos no Estadual. “A gente chega sempre para ajudar o grupo, para fazer um ótimo trabalho aqui no São Caetano. Agora é ter foco e trabalhar ao máximo para conquistar coisas grandes aqui”, exaltou o defensor, que contou um pouco de sua história no futebol. “Fiz minha base no Rio de Janeiro. Comecei aos 7 anos no Fluminense, fiquei lá nove anos. Passei pelo Vasco e Botafogo até chegar ao Corinthians, onde fui muito feliz e graças a ele conquistei muitas coisas como profissional.”

Para quem não o conhece, Caetano ainda falou sobre suas características em campo. “Eu gosto de jogar com o passe. Minhas principais características são ter um bom passe e uma boa visão de jogo”, finalizou Caetano. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;