Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Câmara de Mauá fecha de novo após outro surto de Covid-19

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cinco pessoas, entre elas dois parlamentares, testam positivo para a doença


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

10/02/2021 | 00:36


A Câmara de Mauá, presidida por Zé Carlos Nova Era (PL), voltou a fechar as portas para o público externo depois de novo surto de Covid-19 na casa. Cinco pessoas testaram positivo para o coronavírus, entre elas dois vereadores: Vaguinho do Zaíra (PSD), 44 anos, e Alessandro Martins (PDT), 39, apurou o Diário.

Nova Era determinou, então, a suspensão do atendimento ao público de hoje até o dia 28 e restringiu o horário de expediente presencial dos servidores do setor administrativo: das 10h às 15h. Funcionários da casa que estão gestantes ou são incluídos nos grupos de risco, como idosos ou pessoas com comorbidades, permanecem em regime de home office.

O decreto editado pelo mandatário ainda prevê a interdição do plenarinho e salas de reuniões. As sessões semanais, porém, seguirão ocorrendo de forma presencial, mas o acesso será restrito apenas aos próprios parlamentares. Assessores e público externo não serão autorizados a acessar o plenário. Em caráter emergencial, a sessão da próxima semana foi prorrogada de terça para quinta-feira. Nesse meio-tempo, Nova Era contratou empresa para realizar a sanitização do prédio entre segunda e quarta. O liberal também solicitou a testagem em massa dos parlamentares e servidores junto à Secretaria de Saúde.

A propagação do coronavírus na Câmara mauaense já havia paralisado os trabalhos presenciais no ano passado, durante a primeira onda da pandemia. Em meados de agosto, o vírus chegou a contaminar dezenas de frequentadores da casa, entre servidores e vereadores, incluindo o então parlamentar e hoje prefeito Marcelo Oliveira (PT) – chegou a ficar internado na UTI, mas se recuperou.

No mês passado, o presidente do Legislativo de São Bernardo, Estevão Camolesi (PSDB), também determinou o fechamento da casa para o atendimento ao público depois de seis pessoas testarem positivo para a doença.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara de Mauá fecha de novo após outro surto de Covid-19

Cinco pessoas, entre elas dois parlamentares, testam positivo para a doença

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

10/02/2021 | 00:36


A Câmara de Mauá, presidida por Zé Carlos Nova Era (PL), voltou a fechar as portas para o público externo depois de novo surto de Covid-19 na casa. Cinco pessoas testaram positivo para o coronavírus, entre elas dois vereadores: Vaguinho do Zaíra (PSD), 44 anos, e Alessandro Martins (PDT), 39, apurou o Diário.

Nova Era determinou, então, a suspensão do atendimento ao público de hoje até o dia 28 e restringiu o horário de expediente presencial dos servidores do setor administrativo: das 10h às 15h. Funcionários da casa que estão gestantes ou são incluídos nos grupos de risco, como idosos ou pessoas com comorbidades, permanecem em regime de home office.

O decreto editado pelo mandatário ainda prevê a interdição do plenarinho e salas de reuniões. As sessões semanais, porém, seguirão ocorrendo de forma presencial, mas o acesso será restrito apenas aos próprios parlamentares. Assessores e público externo não serão autorizados a acessar o plenário. Em caráter emergencial, a sessão da próxima semana foi prorrogada de terça para quinta-feira. Nesse meio-tempo, Nova Era contratou empresa para realizar a sanitização do prédio entre segunda e quarta. O liberal também solicitou a testagem em massa dos parlamentares e servidores junto à Secretaria de Saúde.

A propagação do coronavírus na Câmara mauaense já havia paralisado os trabalhos presenciais no ano passado, durante a primeira onda da pandemia. Em meados de agosto, o vírus chegou a contaminar dezenas de frequentadores da casa, entre servidores e vereadores, incluindo o então parlamentar e hoje prefeito Marcelo Oliveira (PT) – chegou a ficar internado na UTI, mas se recuperou.

No mês passado, o presidente do Legislativo de São Bernardo, Estevão Camolesi (PSDB), também determinou o fechamento da casa para o atendimento ao público depois de seis pessoas testarem positivo para a doença.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;