Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Muçulmanos no Uzbequistão se solidarizam com afegãos


Das Agências

10/10/2001 | 09:38


Os islâmicos que moram na divisa entre Uzbequistão e Afeganistão, na cidade de Termez, oram pela paz e pela população afegã, que sofre com os ataques norte-americanos.

"Deve-se castigar os terroristas, mas deve-se buscá-los um a um", diz a uzbeque Jakina, 56 anos.

"(Os Estados Unidos) não deveriam bombardear. Civis estão morrendo", lamenta-se um idoso. Ele é rapidamente alertado por outro morador para "não se meter na política".

Nada se declara abertamente contra os Estados Unidos. Um morador que não quis se identificar disse que os bombardeios seguem a política antiterrorista do presidente uzbeque Islam Karimov. "Os islâmicos considerados partidários dos fundamentalistas são presos", afirmou. "Temos de ter cuidado."

Nenhum movimento importante de protesto contra a política norte-americana foi registrado no país.

O Uzbequistão, ex-república soviética, foi duramente criticado pelo Talibã, regime que controla o Afeganistão, por ter liberado seu espaço aéreo para os ataques americanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;