Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: Justiça decide que governo Trump deve aceitar novas inscrições no Daca



05/12/2020 | 13:12


O governo Trump deve aceitar novas inscrições para o programa de ação diferida para chegadas na infância (Daca), que protege alguns jovens imigrantes de deportação, decidiu um juiz federal dos Estados Unidos na sexta-feira. A decisão derruba um memorando do secretário em exercício de Segurança Interna, Chad Wolf, que suspendeu as inscrições.

O juiz distrital dos EUA Nicholas Garaufis disse que o governo deve publicar um aviso dentro de três dias - incluindo em seu site e nos sites das agências governamentais relevantes - que novas aplicações para o Daca seriam aceitas. A decisão segue uma de novembro, onde Garaufis disse que o secretário estava ilegalmente em sua posição.

As decisões invalidam o memorando que Wolf havia emitido em julho suspendendo novas inscrições para o Daca e reduzindo a validade das renovações de dois anos para um ano. Wolf publicou o memorando depois que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu em junho que o presidente dos EUA, Donald Trump, falhou em seguir os procedimentos de criação de regras quando tentou encerrar o programa. Garaufis também ordenou que o governo elabore um relatório de status sobre o Programa Daca até 4 de janeiro. Um e-mail solicitando comentários foi enviado ao Departamento de Segurança Interna.

O Daca, iniciado em 2012, permite que certos jovens imigrantes que foram trazidos para o país quando crianças trabalhem legalmente e os protege da deportação. Aqueles que são aprovados devem primeiro passar por verificações de antecedentes e renovar regularmente a autorização. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: Justiça decide que governo Trump deve aceitar novas inscrições no Daca


05/12/2020 | 13:12


O governo Trump deve aceitar novas inscrições para o programa de ação diferida para chegadas na infância (Daca), que protege alguns jovens imigrantes de deportação, decidiu um juiz federal dos Estados Unidos na sexta-feira. A decisão derruba um memorando do secretário em exercício de Segurança Interna, Chad Wolf, que suspendeu as inscrições.

O juiz distrital dos EUA Nicholas Garaufis disse que o governo deve publicar um aviso dentro de três dias - incluindo em seu site e nos sites das agências governamentais relevantes - que novas aplicações para o Daca seriam aceitas. A decisão segue uma de novembro, onde Garaufis disse que o secretário estava ilegalmente em sua posição.

As decisões invalidam o memorando que Wolf havia emitido em julho suspendendo novas inscrições para o Daca e reduzindo a validade das renovações de dois anos para um ano. Wolf publicou o memorando depois que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu em junho que o presidente dos EUA, Donald Trump, falhou em seguir os procedimentos de criação de regras quando tentou encerrar o programa. Garaufis também ordenou que o governo elabore um relatório de status sobre o Programa Daca até 4 de janeiro. Um e-mail solicitando comentários foi enviado ao Departamento de Segurança Interna.

O Daca, iniciado em 2012, permite que certos jovens imigrantes que foram trazidos para o país quando crianças trabalhem legalmente e os protege da deportação. Aqueles que são aprovados devem primeiro passar por verificações de antecedentes e renovar regularmente a autorização. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;