Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Smartphones e eletrodomésticos lideram buscas para a Black Friday

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

01/12/2020 | 14:48


Uma pesquisa recente do Google apontou que, dentre as principais categorias de produtos pesquisados pelos brasileiros na internet antes da Black Friday, estão celulares (38%), eletrodomésticos (30%), itens de informática (28%), roupas femininas (28%) e televisores (26%).

Embora a Black Friday ocorra na próxima sexta-feira (27), ao longo de todo o mês vários varejistas já vêm anunciado promoções. No caso de aparelhos eletrônicos, como smartphones, a recomendação da PROTESTE, para fugir do câmbio e da alta do dólar, é optar por produtos nacionais ou produzidos por empresas com fábrica local.

“É importante que o consumidor veja se vale a pena comprar dispositivos no exterior, pois alguns podem acabar saindo mais baratos adquirindo por aqui mesmo, como no caso dos celulares”, afirma Thiago Porto, especialista da PROTESTE. Uma dica é pesquisar o smartphone com o melhor custo-benefício no comparador da PROTESTE , além de instalar a extensão Mais Barato no navegador, que alerta sobre os melhores preços nas principais lojas.

Além de produtos importados, é importante destacar que certas mercadorias, embora produzidas no Brasil, usam insumos gringos, cotados em dólar. Então, o ideal é pesquisar muito antes da compra, para ter certeza de que o valor realmente vale a pena.

Leia mais:
Black Friday: como escolher o smartphone perfeito para você
10 dicas para se dar bem na Black Friday
Você sabe como surgiu o termo Black Friday?

Vendas online devem crescer no período

A pesquisa do Google foi feita pela consultoria Provokers, que apontou que os itens relacionados a cuidados pessoais também são visados pelos consumidores. Dentro desta categoria, estão produtos de beleza (37%) e farmácia (31%). Entre eles, vitaminas e suplementos (29%), perfumes (36%) e maquiagem (25%).

Outro dado interessante é que seis em cada 10 consumidores pretendem adquirir produtos que tinham planos de comprar nos próximos seis meses. Independentemente do canal, seja no varejo físico, seja no e-commerce, 82% dos consultados afirmaram pesquisar os preços na internet antes de comprar.

O estudo do Google ainda aponta que 40% dos consumidores pretendem fazer compras apenas pelos canais digitais, o que representa um aumento de 7% em relação a 2019. Isso reflete um dos principais hábitos adquiridos durante a pandemia de covid-19, que realmente acelerou a digitalização e o uso da internet no País.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Smartphones e eletrodomésticos lideram buscas para a Black Friday

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

01/12/2020 | 14:48


Uma pesquisa recente do Google apontou que, dentre as principais categorias de produtos pesquisados pelos brasileiros na internet antes da Black Friday, estão celulares (38%), eletrodomésticos (30%), itens de informática (28%), roupas femininas (28%) e televisores (26%).

Embora a Black Friday ocorra na próxima sexta-feira (27), ao longo de todo o mês vários varejistas já vêm anunciado promoções. No caso de aparelhos eletrônicos, como smartphones, a recomendação da PROTESTE, para fugir do câmbio e da alta do dólar, é optar por produtos nacionais ou produzidos por empresas com fábrica local.

“É importante que o consumidor veja se vale a pena comprar dispositivos no exterior, pois alguns podem acabar saindo mais baratos adquirindo por aqui mesmo, como no caso dos celulares”, afirma Thiago Porto, especialista da PROTESTE. Uma dica é pesquisar o smartphone com o melhor custo-benefício no comparador da PROTESTE , além de instalar a extensão Mais Barato no navegador, que alerta sobre os melhores preços nas principais lojas.

Além de produtos importados, é importante destacar que certas mercadorias, embora produzidas no Brasil, usam insumos gringos, cotados em dólar. Então, o ideal é pesquisar muito antes da compra, para ter certeza de que o valor realmente vale a pena.

Leia mais:
Black Friday: como escolher o smartphone perfeito para você
10 dicas para se dar bem na Black Friday
Você sabe como surgiu o termo Black Friday?

Vendas online devem crescer no período

A pesquisa do Google foi feita pela consultoria Provokers, que apontou que os itens relacionados a cuidados pessoais também são visados pelos consumidores. Dentro desta categoria, estão produtos de beleza (37%) e farmácia (31%). Entre eles, vitaminas e suplementos (29%), perfumes (36%) e maquiagem (25%).

Outro dado interessante é que seis em cada 10 consumidores pretendem adquirir produtos que tinham planos de comprar nos próximos seis meses. Independentemente do canal, seja no varejo físico, seja no e-commerce, 82% dos consultados afirmaram pesquisar os preços na internet antes de comprar.

O estudo do Google ainda aponta que 40% dos consumidores pretendem fazer compras apenas pelos canais digitais, o que representa um aumento de 7% em relação a 2019. Isso reflete um dos principais hábitos adquiridos durante a pandemia de covid-19, que realmente acelerou a digitalização e o uso da internet no País.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;