Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro diz que faz campanha eleitoral em live 'depois do expediente'

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/11/2020 | 21:07


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reclamou nesta quinta-feira, 12, de parlamentares e partidos que acionaram a Justiça questionando o uso de transmissões ao vivo nas suas redes sociais para pedir voto para candidatos nas eleições municipais deste ano. Ao se justificar, o chefe do Planalto disse que realiza as lives do Palácio da Alvorada, que é a residência oficial do presidente da República, e, nas suas palavras, faz campanha eleitoral "depois do expediente".

No trecho da transmissão reservado pelo mandatário para apresentar candidatos, alguns até em pessoa, e seus materiais de campanha, também apareceram para pedir votos o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o presidente da Embratur, Gilson Machado.

Entre os nomes citados havia postulantes a prefeituras e Câmaras Municipais em capitais como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Teresina, Manaus, Belo Horizonte e Fortaleza, além de cidades interioranas desses e de outros Estados.

Antes de introduzir os nomes de aliados, Bolsonaro afirmou ter aceitação popular pelo que, na sua visão, ele "não fez", alegando que "não roubou, não enganou e não mentiu".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro diz que faz campanha eleitoral em live 'depois do expediente'


12/11/2020 | 21:07


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reclamou nesta quinta-feira, 12, de parlamentares e partidos que acionaram a Justiça questionando o uso de transmissões ao vivo nas suas redes sociais para pedir voto para candidatos nas eleições municipais deste ano. Ao se justificar, o chefe do Planalto disse que realiza as lives do Palácio da Alvorada, que é a residência oficial do presidente da República, e, nas suas palavras, faz campanha eleitoral "depois do expediente".

No trecho da transmissão reservado pelo mandatário para apresentar candidatos, alguns até em pessoa, e seus materiais de campanha, também apareceram para pedir votos o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o presidente da Embratur, Gilson Machado.

Entre os nomes citados havia postulantes a prefeituras e Câmaras Municipais em capitais como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Teresina, Manaus, Belo Horizonte e Fortaleza, além de cidades interioranas desses e de outros Estados.

Antes de introduzir os nomes de aliados, Bolsonaro afirmou ter aceitação popular pelo que, na sua visão, ele "não fez", alegando que "não roubou, não enganou e não mentiu".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;