Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bancada se une para aumentar valor ao BRT e Metrô à região

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Depois de Estado reservar R$ 20 às duas obras, deputados do Grande ABC
elaboram emendas milionárias ao orçamento para tirarem projetos do papel


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:01


Deputados que formam a bancada do Grande ABC na Assembleia Legislativa se uniram em busca do aumento dos valores reservados pelo governo do Estado, comandado por João Doria (PSDB), para as obras do BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade, projeto que substituiu a Linha 18-Bronze, via monotrilho) e da Linha 20-Rosa do Metrô.

Todos os seis deputados com domicílio eleitoral na região protocolaram emendas para acrescer a quantia destinada no orçamento estadual. O Diário mostrou que o Estado separou R$ 10 para o BRT e outros R$ 10 para a Linha 20-Rosa na peça orçamentária de 2021.

Conforme emendas apresentadas até ontem, R$ 525,4 milhões foram sugeridos para a Linha 20 e R$ 635 milhões ao BRT. A primeira obra deve envolver mais de R$ 10 bilhões para ligar o Centro de Santo André à região da Lapa, Zona Oeste da Capital. A segunda, que interligará o Centro de São Bernardo à Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô, demandaria R$ 680 milhões.

Dos valores destinados à Linha 20, o deputado Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, foi o parlamentar que solicitou o maior aporte – R$ 500 milhões. Ainda para a mesma obra, Thiago Auricchio (PL), com domicílio eleitoral em São Caetano, pede remanejamento de R$ 20 milhões e a deputada Carla Morando (PSDB), de São Bernardo, sugere R$ 5,4 milhões.

“Fiz a emenda para que o governo do Estado possa realizar o estudo total da obra (da Linha 20), para que possa detalhar todo o projeto. Sei que é um valor alto, mas é que sei que o governo pode cortar a quantia pela metade”, declarou Luiz Fernando, que pediu união da bancada regional em torno da batalha para tirar o Metrô do discurso. “Gostaria que a deputada Carla Morando, como líder do PSDB na Assembleia, conversasse com os deputados tucanos a respeito das emendas”, afirmou.

Thiago defendeu a importância dos dois modais para a região e acredita que protocolar as emendas junto ao orçamento é uma das maneiras encontradas para a conclusão dos projetos. “São dois modais que precisam sair do papel urgentemente pelo potencial que possuem de auxiliar diretamente a vida do morador das sete cidades.”

Já para o BRT, o deputado Teonílio Barba (PT), de São Bernardo, foi o parlamentar que elaborou emenda com maior valor – R$ 200 milhões. Carla Morando sugeriu R$ 150 milhões. O deputado Coronel Nishikawa (PSL), também de São Bernardo, e o parlamentar Márcio da Farmácia (Podemos), de Diadema, solicitam remanejamento de R$ 100 milhões, cada um. Thiago mira outros R$ 85 milhões.

“O governo do Estado indicou apenas R$ 20 para o projeto da Linha Rosa e para o BRT, é uma clara demonstração do desinteresse do governo em trazer o transporte rápido para o Grande ABC”, avaliou Barba.

Nishikawa também defendeu a união da bancada em torno dos projetos de mobilidade para a região, já que, conforme o parlamentar, o Metrô é promessa de muito tempo por parte do Palácio dos Bandeirantes. “É de suma importância qualquer emenda que venha ajudar na implantação desses modais. Eu pedi para minha assessoria mandar uma emenda de R$ 700 milhões, mas é difícil acatarem.”

Para Márcio, os deputados estariam de reunindo para saber qual a aplicação financeira que será colocada nos modais. “Há deputados que estão na mesma linha de questionar o governo e a gente tem se unido para trazer o melhor resultado”.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bancada se une para aumentar valor ao BRT e Metrô à região

Depois de Estado reservar R$ 20 às duas obras, deputados do Grande ABC
elaboram emendas milionárias ao orçamento para tirarem projetos do papel

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:01


Deputados que formam a bancada do Grande ABC na Assembleia Legislativa se uniram em busca do aumento dos valores reservados pelo governo do Estado, comandado por João Doria (PSDB), para as obras do BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade, projeto que substituiu a Linha 18-Bronze, via monotrilho) e da Linha 20-Rosa do Metrô.

Todos os seis deputados com domicílio eleitoral na região protocolaram emendas para acrescer a quantia destinada no orçamento estadual. O Diário mostrou que o Estado separou R$ 10 para o BRT e outros R$ 10 para a Linha 20-Rosa na peça orçamentária de 2021.

Conforme emendas apresentadas até ontem, R$ 525,4 milhões foram sugeridos para a Linha 20 e R$ 635 milhões ao BRT. A primeira obra deve envolver mais de R$ 10 bilhões para ligar o Centro de Santo André à região da Lapa, Zona Oeste da Capital. A segunda, que interligará o Centro de São Bernardo à Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô, demandaria R$ 680 milhões.

Dos valores destinados à Linha 20, o deputado Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, foi o parlamentar que solicitou o maior aporte – R$ 500 milhões. Ainda para a mesma obra, Thiago Auricchio (PL), com domicílio eleitoral em São Caetano, pede remanejamento de R$ 20 milhões e a deputada Carla Morando (PSDB), de São Bernardo, sugere R$ 5,4 milhões.

“Fiz a emenda para que o governo do Estado possa realizar o estudo total da obra (da Linha 20), para que possa detalhar todo o projeto. Sei que é um valor alto, mas é que sei que o governo pode cortar a quantia pela metade”, declarou Luiz Fernando, que pediu união da bancada regional em torno da batalha para tirar o Metrô do discurso. “Gostaria que a deputada Carla Morando, como líder do PSDB na Assembleia, conversasse com os deputados tucanos a respeito das emendas”, afirmou.

Thiago defendeu a importância dos dois modais para a região e acredita que protocolar as emendas junto ao orçamento é uma das maneiras encontradas para a conclusão dos projetos. “São dois modais que precisam sair do papel urgentemente pelo potencial que possuem de auxiliar diretamente a vida do morador das sete cidades.”

Já para o BRT, o deputado Teonílio Barba (PT), de São Bernardo, foi o parlamentar que elaborou emenda com maior valor – R$ 200 milhões. Carla Morando sugeriu R$ 150 milhões. O deputado Coronel Nishikawa (PSL), também de São Bernardo, e o parlamentar Márcio da Farmácia (Podemos), de Diadema, solicitam remanejamento de R$ 100 milhões, cada um. Thiago mira outros R$ 85 milhões.

“O governo do Estado indicou apenas R$ 20 para o projeto da Linha Rosa e para o BRT, é uma clara demonstração do desinteresse do governo em trazer o transporte rápido para o Grande ABC”, avaliou Barba.

Nishikawa também defendeu a união da bancada em torno dos projetos de mobilidade para a região, já que, conforme o parlamentar, o Metrô é promessa de muito tempo por parte do Palácio dos Bandeirantes. “É de suma importância qualquer emenda que venha ajudar na implantação desses modais. Eu pedi para minha assessoria mandar uma emenda de R$ 700 milhões, mas é difícil acatarem.”

Para Márcio, os deputados estariam de reunindo para saber qual a aplicação financeira que será colocada nos modais. “Há deputados que estão na mesma linha de questionar o governo e a gente tem se unido para trazer o melhor resultado”.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;