Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mario de Abreu desiste de ser candidato à reeleição


Vanessa Soares Oliveira
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:48


O vereador Mario de Abreu (PDT) desistiu da candidatura à reeleição em São Bernardo. O pedetista não conseguiu, em tempo hábil, juntar toda documentação exigida para ingressar no processo eleitoral deste ano e comunicou ao partido que abriu mão de integrar a lista de postulantes a vagas no Legislativo.

No dia 26 de outubro, limite estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para mudança no rol de candidatos, Mario recebeu aval do partido para substituir uma das postulantes – Aline Cidadão (PDT) aceitou sair do grupo para dar lugar a Mario. Porém, faltaram algumas certidões na apresentação da candidatura do parlamentar. A Justiça Eleitoral em São Bernardo alertou que, se Mario não mostrasse a papelada exigida, iria indeferir a candidatura, fato que provocou reflexão no político. “Não queria concorrer indeferido”, comentou o pedetista.

Alvo da Operação Barbatanas, deflagrada em outubro de 2017 pelo Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), Mario ficou afastado do mandato de vereador por dois anos. Recuperou a vaga no dia 14 de outubro, por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal), em meio ao processo eleitoral. Ele disse que queria buscar a reeleição para provar nas ruas sua inocência e para respeitar os 3.014 votos recebidos em 2016. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mario de Abreu desiste de ser candidato à reeleição

Vanessa Soares Oliveira
Do Diário do Grande ABC

10/11/2020 | 00:48


O vereador Mario de Abreu (PDT) desistiu da candidatura à reeleição em São Bernardo. O pedetista não conseguiu, em tempo hábil, juntar toda documentação exigida para ingressar no processo eleitoral deste ano e comunicou ao partido que abriu mão de integrar a lista de postulantes a vagas no Legislativo.

No dia 26 de outubro, limite estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para mudança no rol de candidatos, Mario recebeu aval do partido para substituir uma das postulantes – Aline Cidadão (PDT) aceitou sair do grupo para dar lugar a Mario. Porém, faltaram algumas certidões na apresentação da candidatura do parlamentar. A Justiça Eleitoral em São Bernardo alertou que, se Mario não mostrasse a papelada exigida, iria indeferir a candidatura, fato que provocou reflexão no político. “Não queria concorrer indeferido”, comentou o pedetista.

Alvo da Operação Barbatanas, deflagrada em outubro de 2017 pelo Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), Mario ficou afastado do mandato de vereador por dois anos. Recuperou a vaga no dia 14 de outubro, por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal), em meio ao processo eleitoral. Ele disse que queria buscar a reeleição para provar nas ruas sua inocência e para respeitar os 3.014 votos recebidos em 2016. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;