Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Havan protocola desistência de oferta inicial de ações junto à CVM



27/10/2020 | 16:51


A rede varejista Havan protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a desistência da realização de sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Segundo informações no site da autarquia, a desistência foi formalizada na segunda-feira, 26.

Segundo o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou no início deste mês, os bancos coordenadores já haviam recomendado que a Havan não finalizasse a operação nesta janela, por conta da alta volatilidade do mercado de ações.

A ideia era que a empresa passe mais tempo em reuniões com investidores, para beneficiar o entendimento do negócio.

O prospecto da companhia foi protocolado no CVM no fim de agosto. Da tranche primária, os recursos serão utilizados para os investimentos em expansão de lojas e do centro de distribuição, tecnologia e reforço no capital de giro.

A varejista nasceu em Santa Catarina e hoje são 147 lojas físicas, muitas com a "marca" de terem na fachada uma réplica da Estátua da Liberdade.

A expectativa da Havan era estrear na Bolsa com um valor de mercado próxima a R$ 70 bilhões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Havan protocola desistência de oferta inicial de ações junto à CVM


27/10/2020 | 16:51


A rede varejista Havan protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a desistência da realização de sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Segundo informações no site da autarquia, a desistência foi formalizada na segunda-feira, 26.

Segundo o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) apurou no início deste mês, os bancos coordenadores já haviam recomendado que a Havan não finalizasse a operação nesta janela, por conta da alta volatilidade do mercado de ações.

A ideia era que a empresa passe mais tempo em reuniões com investidores, para beneficiar o entendimento do negócio.

O prospecto da companhia foi protocolado no CVM no fim de agosto. Da tranche primária, os recursos serão utilizados para os investimentos em expansão de lojas e do centro de distribuição, tecnologia e reforço no capital de giro.

A varejista nasceu em Santa Catarina e hoje são 147 lojas físicas, muitas com a "marca" de terem na fachada uma réplica da Estátua da Liberdade.

A expectativa da Havan era estrear na Bolsa com um valor de mercado próxima a R$ 70 bilhões.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;