Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Não adianta retirar insumo da Amazônia e vir produzir no Centro-Sul, diz Mourão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


21/10/2020 | 13:48


O vice-presidente da República e coordenador do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), Hamilton Mourão, disse defender os benefícios fiscais concedidos às indústrias que produzem na região amazônica durante evento promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Segundo Mourão, é importante que "as indústrias que vão produzir com bases em insumos estejam localizadas na Amazônia, nas grandes cidades como Manaus, Belém, Boa Vista e Rio Branco"."Não adianta retirar insumo de lá Amazônia e vir produzir no Centro-Sul, porque estarei gerando um emprego de mais qualidade aqui e não lá", afirmou.

O vice-presidente disse também defender a regularização fundiária - para que cidadãos tenham acesso a linhas de crédito e assistência técnica rural - e insumos para a indústria de fármacos e cosméticos como forma de preservar a biodiversidade da região.

"Vejo que é responsabilidade do nosso governo atuar como um grande indutor, como um grande facilitador, para que se faça o casamento entre o investidor privado e essa nossa ampla riqueza caracterizada pela biodiversidade da Amazônia", concluiu Mourão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Não adianta retirar insumo da Amazônia e vir produzir no Centro-Sul, diz Mourão


21/10/2020 | 13:48


O vice-presidente da República e coordenador do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), Hamilton Mourão, disse defender os benefícios fiscais concedidos às indústrias que produzem na região amazônica durante evento promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Segundo Mourão, é importante que "as indústrias que vão produzir com bases em insumos estejam localizadas na Amazônia, nas grandes cidades como Manaus, Belém, Boa Vista e Rio Branco"."Não adianta retirar insumo de lá Amazônia e vir produzir no Centro-Sul, porque estarei gerando um emprego de mais qualidade aqui e não lá", afirmou.

O vice-presidente disse também defender a regularização fundiária - para que cidadãos tenham acesso a linhas de crédito e assistência técnica rural - e insumos para a indústria de fármacos e cosméticos como forma de preservar a biodiversidade da região.

"Vejo que é responsabilidade do nosso governo atuar como um grande indutor, como um grande facilitador, para que se faça o casamento entre o investidor privado e essa nossa ampla riqueza caracterizada pela biodiversidade da Amazônia", concluiu Mourão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;