Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ações do HSBC e Standard Chartered operam em baixa após relatos de ilicitude



21/09/2020 | 07:14


Ações do HSBC e do Standard Chartered operam em forte baixa em Londres e em Hong Kong nesta segunda-feira, 21, após relatos da mídia de que os dois bancos britânicos movimentaram amplas somas de fundos ilícitos por um longo período, apesar de indícios de sua origem duvidosa.

As alegações, feitas pela BuzzFeed News em parceira com organizações noticiosas que incluem o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, pela sigla em inglês), se baseiam em documentos vazados sobre transações de mais de US$ 2 trilhões ocorridas principalmente entre 2011 e 2017.

Os documentos foram submetidos à Rede de Combate a Crimes Financeiros (FinCEN), órgão do Departamento do Tesouro dos EUA, e detalham operações supostamente ligadas a crimes financeiros, como lavagem de dinheiro.

"Assumimos nossa responsabilidade de combater crimes financeiros de forma extremamente séria e temos investido substancialmente em nossos programas de conformidade", disse o Standard Chartered ao The Wall Street Journal. Procurado, o HSBC ainda não se pronunciou sobre a alegação.

Os recursos ilícitos teriam sido movimentados num período de quase duas décadas, segundo a Reuters.

Na Bolsa de Londres, a ação do HSBC caía 3,8% e a do Standard Chartered recuava 3,6% por volta das 4h35 (de Brasília). Em Hong Kong, em torno das 4h25, os papéis do HSBC e do Standard Chartered tinham quedas respectivas de 4,5% e 5,2%. (Com informações da Dow Jones Newswires).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ações do HSBC e Standard Chartered operam em baixa após relatos de ilicitude


21/09/2020 | 07:14


Ações do HSBC e do Standard Chartered operam em forte baixa em Londres e em Hong Kong nesta segunda-feira, 21, após relatos da mídia de que os dois bancos britânicos movimentaram amplas somas de fundos ilícitos por um longo período, apesar de indícios de sua origem duvidosa.

As alegações, feitas pela BuzzFeed News em parceira com organizações noticiosas que incluem o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, pela sigla em inglês), se baseiam em documentos vazados sobre transações de mais de US$ 2 trilhões ocorridas principalmente entre 2011 e 2017.

Os documentos foram submetidos à Rede de Combate a Crimes Financeiros (FinCEN), órgão do Departamento do Tesouro dos EUA, e detalham operações supostamente ligadas a crimes financeiros, como lavagem de dinheiro.

"Assumimos nossa responsabilidade de combater crimes financeiros de forma extremamente séria e temos investido substancialmente em nossos programas de conformidade", disse o Standard Chartered ao The Wall Street Journal. Procurado, o HSBC ainda não se pronunciou sobre a alegação.

Os recursos ilícitos teriam sido movimentados num período de quase duas décadas, segundo a Reuters.

Na Bolsa de Londres, a ação do HSBC caía 3,8% e a do Standard Chartered recuava 3,6% por volta das 4h35 (de Brasília). Em Hong Kong, em torno das 4h25, os papéis do HSBC e do Standard Chartered tinham quedas respectivas de 4,5% e 5,2%. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;