Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

8,1% das empresas varejistas relataram que isolamento impactou receita em julho



10/09/2020 | 12:56


A pandemia de covid-19 e as medidas de isolamento social adotadas para impedir a disseminação do vírus impactaram a receita de 8,1% do total de empresas que prestaram informações em julho à Pesquisa Mensal de Comércio, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre as empresas que deram alguma justificativa para a variação da receita em julho, 26,4% citaram o coronavírus como principal causa.

Em julho de 2020 ante julho de 2019, houve uma alta de 0,3% no volume de vendas das empresas varejistas que relataram ter sentido o impacto da covid-19 em suas atividades. Entre as empresas que não reportaram qualquer impacto da pandemia em suas receitas, o volume vendido subiu 6,4%.

Na média global, o comércio varejista teve uma elevação de 5,5% nas vendas em julho deste ano ante julho de 2019. As empresas que relataram algum impacto devido à covid-19 deram uma contribuição positiva de 0,1 ponto porcentual para a formação da média do varejo, enquanto as empresas que não relataram qualquer impacto contribuíram com 5,4 pontos porcentuais.

No varejo ampliado - que inclui as atividades de veículos e material de construção -, as empresas declaradamente impactadas pela covid-19 tiveram um recuo de 6,5% nas vendas, enquanto os informantes que não relataram impacto venderam 2,8% mais.

O subgrupo de empresas impactadas pela covid na média do varejo ampliado, que avançou 1,6% em relação a julho de 2019, foi de -0,8 ponto porcentual, enquanto o subgrupo das não declaradamente afetadas impactou a taxa em 2,4 ponto porcentual.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

8,1% das empresas varejistas relataram que isolamento impactou receita em julho


10/09/2020 | 12:56


A pandemia de covid-19 e as medidas de isolamento social adotadas para impedir a disseminação do vírus impactaram a receita de 8,1% do total de empresas que prestaram informações em julho à Pesquisa Mensal de Comércio, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre as empresas que deram alguma justificativa para a variação da receita em julho, 26,4% citaram o coronavírus como principal causa.

Em julho de 2020 ante julho de 2019, houve uma alta de 0,3% no volume de vendas das empresas varejistas que relataram ter sentido o impacto da covid-19 em suas atividades. Entre as empresas que não reportaram qualquer impacto da pandemia em suas receitas, o volume vendido subiu 6,4%.

Na média global, o comércio varejista teve uma elevação de 5,5% nas vendas em julho deste ano ante julho de 2019. As empresas que relataram algum impacto devido à covid-19 deram uma contribuição positiva de 0,1 ponto porcentual para a formação da média do varejo, enquanto as empresas que não relataram qualquer impacto contribuíram com 5,4 pontos porcentuais.

No varejo ampliado - que inclui as atividades de veículos e material de construção -, as empresas declaradamente impactadas pela covid-19 tiveram um recuo de 6,5% nas vendas, enquanto os informantes que não relataram impacto venderam 2,8% mais.

O subgrupo de empresas impactadas pela covid na média do varejo ampliado, que avançou 1,6% em relação a julho de 2019, foi de -0,8 ponto porcentual, enquanto o subgrupo das não declaradamente afetadas impactou a taxa em 2,4 ponto porcentual.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;