Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Ailton tenta conter esvaziamento interno


Raphael Rocha

01/08/2020 | 00:12


Há três semanas, um movimento político começou a trazer dores de cabeça ao ex-vereador e pré-candidato a prefeito de Santo André pelo PSB, Ailton Lima. O PMB, que estava com Ailton, pulou do barco, abraçando a pré-campanha à reeleição do prefeito Paulo Serra (PSDB). A coordenação do projeto de Ailton tenta evitar o efeito manada, de quando um boi se desgarra, a boiada começa a segui-lo. Junta-se a essa incerteza o quadro de saúde do ex-prefeito Aidan Ravin (Republicanos), indicado a vice de Ailton. Aidan foi acometido pela Covid-19, ficou mais de um mês internado – inclusive na UTI –, fato que debilitou demais a saúde do político. Aidan está longe de seu auge eleitoral, mas é figura importante, com recall político na cidade. Ele ainda não foi retirado da chapa de Ailton, mas a tendência é essa se Aidan não se recuperar a tempo do pleito. Uma baixa considerável no projeto do socialista. E mais um motivo para fuga de aliados.  

Pré-campanha

 A vereadora Bete Siraque, pré-candidata à Prefeitura de Santo André pelo PT, lança hoje, a partir das 13h e em ambiente virtual, sua pré-campanha oficial. A atividade terá a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da presidente nacional do petismo, deputada Gleisi Hoffmann, e do presidente estadual do PT, Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato ao Paço na cidade vizinha. “Santo André passa pelo pior momento de sua história: a crise sanitária soma-se à crise econômica, que é resultado da incompetência dos governos federal e estadual e da absurda incapacidade do atual prefeito em administrar a cidade. Por isso, estamos construindo uma proposta de programa de governo com a participação de especialistas e da população, que seja capaz de trazer saúde, emprego e renda para nosso povo”, disse Bete.

Hospital veterinário – 1

 vereador Pery Cartola (PSDB) se reelegeu em 2016 com o mote da causa animal. Prometeu que iria brigar pela construção de um hospital veterinário e que a vitória de Orlando Morando (PSDB) na eleição a prefeito tornaria tudo mais fácil. O equipamento era para ter saído até este ano. Não vai mais. O governo transferiu a culpa pela não efetivação do projeto à pandemia de Covid-19.

Hospital veterinário – 2

 Prêmio de consolação foi anunciado nesta semana pelo prefeito Orlando Morando (PSDB), que gravou vídeo ao lado do vereador Pery Cartola (PSDB). Morando anunciou a implementação de um castramóvel, unidade que fará a castração de pets na cidade. Sobre o hospital veterinário, reconheceu a falha, transferindo culpa à pandemia. Disse que tudo está encaminhado para que, passada a crise sanitária, o equipamento saia do campo das ideias. Mas a tendência é a de que o atraso na implementação do hospital veterinário tende a cair na conta de Pery, que havia anunciado nos quatro cantos da cidade que a unidade seria erguida até 2020.

Mudança oficializada

 A Prefeitura de São Bernardo oficializou ontem a troca no comando da Secretaria de Educação – algo que, na prática, já tinha acontecido. Silvia Donnini retornou à função de titular do setor, em substituição a Celso Ricardo Silva, que foi rebaixado para o cargo de diretor do setor. Celso era secretário desde o início do ano, mas as mais recentes medidas da área da educação, bem como entrevistas à imprensa, foram feitas por Silvia.

Emenda

 O deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL) anunciou o encaminhamento de R$ 300 mil, via emenda, para São Caetano. O recurso, conforme o parlamentar, será destinado para ações de combate ao novo coronavírus no município. “A saúde já tem sido prioridade no meu mandato, desde o início. No ano passado, por exemplo, 94% dos recursos que encaminhei foram para esse setor”, declarou Nishikawa, que tem domicílio eleitoral em São Bernardo.

Retorno

 Superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), José Francisco Jacinto, o Icão, determinou o retorno presencial dos servidores da autarquia mauaense ao trabalho a partir de segunda-feira. Exceção para quem estiver no grupo de risco – por exemplo, os que têm mais de 60 anos – e quem apresentar atestado de comorbidade prévia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ailton tenta conter esvaziamento interno

Raphael Rocha

01/08/2020 | 00:12


Há três semanas, um movimento político começou a trazer dores de cabeça ao ex-vereador e pré-candidato a prefeito de Santo André pelo PSB, Ailton Lima. O PMB, que estava com Ailton, pulou do barco, abraçando a pré-campanha à reeleição do prefeito Paulo Serra (PSDB). A coordenação do projeto de Ailton tenta evitar o efeito manada, de quando um boi se desgarra, a boiada começa a segui-lo. Junta-se a essa incerteza o quadro de saúde do ex-prefeito Aidan Ravin (Republicanos), indicado a vice de Ailton. Aidan foi acometido pela Covid-19, ficou mais de um mês internado – inclusive na UTI –, fato que debilitou demais a saúde do político. Aidan está longe de seu auge eleitoral, mas é figura importante, com recall político na cidade. Ele ainda não foi retirado da chapa de Ailton, mas a tendência é essa se Aidan não se recuperar a tempo do pleito. Uma baixa considerável no projeto do socialista. E mais um motivo para fuga de aliados.  

Pré-campanha

 A vereadora Bete Siraque, pré-candidata à Prefeitura de Santo André pelo PT, lança hoje, a partir das 13h e em ambiente virtual, sua pré-campanha oficial. A atividade terá a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da presidente nacional do petismo, deputada Gleisi Hoffmann, e do presidente estadual do PT, Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato ao Paço na cidade vizinha. “Santo André passa pelo pior momento de sua história: a crise sanitária soma-se à crise econômica, que é resultado da incompetência dos governos federal e estadual e da absurda incapacidade do atual prefeito em administrar a cidade. Por isso, estamos construindo uma proposta de programa de governo com a participação de especialistas e da população, que seja capaz de trazer saúde, emprego e renda para nosso povo”, disse Bete.

Hospital veterinário – 1

 vereador Pery Cartola (PSDB) se reelegeu em 2016 com o mote da causa animal. Prometeu que iria brigar pela construção de um hospital veterinário e que a vitória de Orlando Morando (PSDB) na eleição a prefeito tornaria tudo mais fácil. O equipamento era para ter saído até este ano. Não vai mais. O governo transferiu a culpa pela não efetivação do projeto à pandemia de Covid-19.

Hospital veterinário – 2

 Prêmio de consolação foi anunciado nesta semana pelo prefeito Orlando Morando (PSDB), que gravou vídeo ao lado do vereador Pery Cartola (PSDB). Morando anunciou a implementação de um castramóvel, unidade que fará a castração de pets na cidade. Sobre o hospital veterinário, reconheceu a falha, transferindo culpa à pandemia. Disse que tudo está encaminhado para que, passada a crise sanitária, o equipamento saia do campo das ideias. Mas a tendência é a de que o atraso na implementação do hospital veterinário tende a cair na conta de Pery, que havia anunciado nos quatro cantos da cidade que a unidade seria erguida até 2020.

Mudança oficializada

 A Prefeitura de São Bernardo oficializou ontem a troca no comando da Secretaria de Educação – algo que, na prática, já tinha acontecido. Silvia Donnini retornou à função de titular do setor, em substituição a Celso Ricardo Silva, que foi rebaixado para o cargo de diretor do setor. Celso era secretário desde o início do ano, mas as mais recentes medidas da área da educação, bem como entrevistas à imprensa, foram feitas por Silvia.

Emenda

 O deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL) anunciou o encaminhamento de R$ 300 mil, via emenda, para São Caetano. O recurso, conforme o parlamentar, será destinado para ações de combate ao novo coronavírus no município. “A saúde já tem sido prioridade no meu mandato, desde o início. No ano passado, por exemplo, 94% dos recursos que encaminhei foram para esse setor”, declarou Nishikawa, que tem domicílio eleitoral em São Bernardo.

Retorno

 Superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), José Francisco Jacinto, o Icão, determinou o retorno presencial dos servidores da autarquia mauaense ao trabalho a partir de segunda-feira. Exceção para quem estiver no grupo de risco – por exemplo, os que têm mais de 60 anos – e quem apresentar atestado de comorbidade prévia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;