Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ludmilla e Brunna Gonçalves descobrem que nunca tiveram coronavírus e cantora se pronuncia após receber críticas por nova música



04/07/2020 | 13:10


Ludmilla lançou o clipe de sua nova música de trabalho, Cobra Venenosa, na última sexta-feira, dia 3, e parece ter desagradado algumas pessoas. Além de ser apontada como uma indireta para Anitta, algo que a funkeira inclusive já negou, muitos internautas também criticaram a cantora por tratar de rivalidade feminina na letra.

Uma pessoa, por exemplo, escreveu no Twitter:

A música nova da Ludmilla só não tem rivalidade feminina na batida.

Após as críticas, Lud recorreu ao seu Instagram e postou um longo texto explicando que na verdade o clipe fala, no final, sobre a união entre as mulheres, e que quando uma mulher faz algo errado, ela deve ser chamada a atenção. A cantora escreveu:

Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a cobra venenosa é chamada para se juntar ao bonde. Quando uma outra mulher faz algo que te machuca, te diminui ou faz algo que você acha errado tem que ser possível a gente falar sobre isso, pontuar e chamar para refletir. Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina. Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar. Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós.

A cantora também disse que está sempre contando com amigas para ajudá-la a desconstruir, e que tem estudado muito a respeito do assunto.

Coronavírus

Ludmilla e Brunna Gonçalves recentemente fizeram um teste em que descobriram que já haviam contraído o coronavírus. Agora, no entanto, o casal acabou descobrindo que se tratou de um falso positivo! Brunna contou na última sexta-feira, dia 3, que foi ao médico fazer exames de rotina e que refez o teste, que deu um resultado diferente.

Nós nunca tivemos o Covid-19! Muito cuidado com os exames que vocês fazem, procurem um médico e se informem sobre o melhor tipo de exame. Se protejam.

Ela ainda filmou o médico, que explicou que o casal realizou dois exames: um que detectava a doença em sua fase aguda, e outro que acusava se a pessoa já havia contraído o coronavírus em algum momento. Este último, chamado de teste ponta de dedo, tem uma sensibilidade baixa e pode dar falsos positivos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ludmilla e Brunna Gonçalves descobrem que nunca tiveram coronavírus e cantora se pronuncia após receber críticas por nova música


04/07/2020 | 13:10


Ludmilla lançou o clipe de sua nova música de trabalho, Cobra Venenosa, na última sexta-feira, dia 3, e parece ter desagradado algumas pessoas. Além de ser apontada como uma indireta para Anitta, algo que a funkeira inclusive já negou, muitos internautas também criticaram a cantora por tratar de rivalidade feminina na letra.

Uma pessoa, por exemplo, escreveu no Twitter:

A música nova da Ludmilla só não tem rivalidade feminina na batida.

Após as críticas, Lud recorreu ao seu Instagram e postou um longo texto explicando que na verdade o clipe fala, no final, sobre a união entre as mulheres, e que quando uma mulher faz algo errado, ela deve ser chamada a atenção. A cantora escreveu:

Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a cobra venenosa é chamada para se juntar ao bonde. Quando uma outra mulher faz algo que te machuca, te diminui ou faz algo que você acha errado tem que ser possível a gente falar sobre isso, pontuar e chamar para refletir. Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina. Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar. Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós.

A cantora também disse que está sempre contando com amigas para ajudá-la a desconstruir, e que tem estudado muito a respeito do assunto.

Coronavírus

Ludmilla e Brunna Gonçalves recentemente fizeram um teste em que descobriram que já haviam contraído o coronavírus. Agora, no entanto, o casal acabou descobrindo que se tratou de um falso positivo! Brunna contou na última sexta-feira, dia 3, que foi ao médico fazer exames de rotina e que refez o teste, que deu um resultado diferente.

Nós nunca tivemos o Covid-19! Muito cuidado com os exames que vocês fazem, procurem um médico e se informem sobre o melhor tipo de exame. Se protejam.

Ela ainda filmou o médico, que explicou que o casal realizou dois exames: um que detectava a doença em sua fase aguda, e outro que acusava se a pessoa já havia contraído o coronavírus em algum momento. Este último, chamado de teste ponta de dedo, tem uma sensibilidade baixa e pode dar falsos positivos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;