Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Bolhas, rodízio e “cabelinhos”: descubra mitos e verdades sobre pneus de carros

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do Garagem360

03/07/2020 | 10:48


Responsáveis pelo contato com o solo e a estabilidade da direção, os pneus são itens de extrema importância para os veículos. Eles desempenham funções essenciais para o funcionamento eficiente do carro. Porém, para realizar todas suas funções e garantir uma dirigibilidade segura, precisam estar em bom estado de conservação.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Mitos e verdades sobre pneus de carros

“Os pneus recebem os maiores impactos e sofrem muitos desgastes com o uso ao longo do tempo. Suas condições acabam influenciando diretamente a vida útil de outras peças e até o consumo de combustível, que passa a sofrer alterações. Por isso, é fundamental sempre ficar atento a eles e realizar as manutenções preventivas quando preciso”, afirma Rafael Astolfi, Gerente de Assistência Técnica da Continental Pneus.

No entanto, apesar de toda a sua importância, existem alguns mitos sobre este item. Confira abaixo uma seleção de dúvidas frequentes de motoristas de carros que o AutoZ, e-commerce automotivo do Brasil, e o Garagem 360 selecionaram.

LEIA MAIS: Goodyear oferece reparos gratuitos de pneus furados
Sulcos são essenciais para garantir a aderência dos veículos; veja a variação de alguns pneus

Todos fabricantes de veículos recomendam realizar o rodízio de pneus

Mito – é importante explicar que o objetivo do rodízio é garantir que os quatro pneus cheguem ao fim de sua vida útil simultaneamente, ao rodarem sempre nas mesmas condições. Em um carro com tração dianteira, por exemplo, os pneus dianteiros têm a função de virar, tracionar e frear. Isso faz com que os pneus sofram o dobro do desgaste em relação aos pneus traseiros, que têm apenas a função de girar e suportar cerca de 25% da força de frenagem total.

Pneus novos devem ter “cabelinhos” na banda de rodagem

Mito – os “cabelinhos” são criados durante o processo de vulcanização dos pneus. Quando ele é pressionado contra as paredes do molde, no processo de vulcanização, parte da borracha não vulcanizada, presente na área da banda de rodagem, penetra parcialmente nessas furações de saída de gases, gerando esses “cabelinhos”. Os moldes empregados na produção dos pneus da Semperit utilizam uma tecnologia chamada de euro-vent, que os removem.

É preciso trocar imediatamente um pneu com bolhas

Verdade – bolhas são perigosas, pois podem aumentar de tamanho e se romper a qualquer momento causando uma perda súbita de pressão do pneu. Não podem ser ignoradas de forma alguma. Nessas condições, o pneu fica inutilizado e deve ser substituído imediatamente.

Se eu colocar uma câmara de ar nos pneus, eles correm menos risco de furar

Mito – os pneus de passeio da Semperit são do tipo tubeless, ou seja, dispensam o uso de câmara de ar. Se a palavra tubeless ou a sigla TL estiverem gravadas na lateral do pneu, não utilize câmara de ar, pois pode danificá-lo. Também não use câmara de ar para rodar com pneus furados, pois pode trazer riscos à segurança dos passageiros.

É necessário trocar as válvulas quando fazemos manutenção em veículos de passeio

Verdade – normalmente negligenciadas durante as inspeções de manutenção preventiva, mesmo sendo um equipamento de segurança, as válvulas também sofrem desgastes e fadiga. Um dos sintomas é a aparência “craquelada” de sua superfície ou o surgimento de pequenas rachaduras em sua base. Falhas nas válvulas levam a perdas súbitas de pressão. Por isso, elas devem ser sempre substituídas na hora da montagem de pneus novos ou quando acopladas há muito tempo em um pneu retirado para conserto.

Não é possível balancear uma roda empenada ou amassada

Verdade – uma roda empenada ou amassada compromete o balanceamento, a estabilidade e a dirigibilidade do veículo. Ela deve ser reparada ou substituída antes de o pneu ser montado. Apenas acrescentar contrapesos até o conjunto, pelo menos aparentemente, balanceado, não garante que o conjunto ficará estável em todas as faixas de velocidade. Rodas em condições precárias, mesmo que não visivelmente perceptíveis, causam desgastes irregulares e/ou localizados nos pneus.

10 carros mais vendidos no mundo

Se o Chevrolet Onix domina as vendas no Brasil e na América do Sul, no mundo o Toyota Corolla segue firme no ranking de emplacamentos. É o que revela os dados da consultoria Focus2Move, cujas informações apontam que o modelo é o carro mais vendido no planeta em 2020 (até fevereiro).

Na galeria, confira quais são os 10 modelos mais vendidos neste ano.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolhas, rodízio e “cabelinhos”: descubra mitos e verdades sobre pneus de carros

Da Redação
Do Garagem360

03/07/2020 | 10:48


Responsáveis pelo contato com o solo e a estabilidade da direção, os pneus são itens de extrema importância para os veículos. Eles desempenham funções essenciais para o funcionamento eficiente do carro. Porém, para realizar todas suas funções e garantir uma dirigibilidade segura, precisam estar em bom estado de conservação.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Mitos e verdades sobre pneus de carros

“Os pneus recebem os maiores impactos e sofrem muitos desgastes com o uso ao longo do tempo. Suas condições acabam influenciando diretamente a vida útil de outras peças e até o consumo de combustível, que passa a sofrer alterações. Por isso, é fundamental sempre ficar atento a eles e realizar as manutenções preventivas quando preciso”, afirma Rafael Astolfi, Gerente de Assistência Técnica da Continental Pneus.

No entanto, apesar de toda a sua importância, existem alguns mitos sobre este item. Confira abaixo uma seleção de dúvidas frequentes de motoristas de carros que o AutoZ, e-commerce automotivo do Brasil, e o Garagem 360 selecionaram.

LEIA MAIS: Goodyear oferece reparos gratuitos de pneus furados
Sulcos são essenciais para garantir a aderência dos veículos; veja a variação de alguns pneus

Todos fabricantes de veículos recomendam realizar o rodízio de pneus

Mito – é importante explicar que o objetivo do rodízio é garantir que os quatro pneus cheguem ao fim de sua vida útil simultaneamente, ao rodarem sempre nas mesmas condições. Em um carro com tração dianteira, por exemplo, os pneus dianteiros têm a função de virar, tracionar e frear. Isso faz com que os pneus sofram o dobro do desgaste em relação aos pneus traseiros, que têm apenas a função de girar e suportar cerca de 25% da força de frenagem total.

Pneus novos devem ter “cabelinhos” na banda de rodagem

Mito – os “cabelinhos” são criados durante o processo de vulcanização dos pneus. Quando ele é pressionado contra as paredes do molde, no processo de vulcanização, parte da borracha não vulcanizada, presente na área da banda de rodagem, penetra parcialmente nessas furações de saída de gases, gerando esses “cabelinhos”. Os moldes empregados na produção dos pneus da Semperit utilizam uma tecnologia chamada de euro-vent, que os removem.

É preciso trocar imediatamente um pneu com bolhas

Verdade – bolhas são perigosas, pois podem aumentar de tamanho e se romper a qualquer momento causando uma perda súbita de pressão do pneu. Não podem ser ignoradas de forma alguma. Nessas condições, o pneu fica inutilizado e deve ser substituído imediatamente.

Se eu colocar uma câmara de ar nos pneus, eles correm menos risco de furar

Mito – os pneus de passeio da Semperit são do tipo tubeless, ou seja, dispensam o uso de câmara de ar. Se a palavra tubeless ou a sigla TL estiverem gravadas na lateral do pneu, não utilize câmara de ar, pois pode danificá-lo. Também não use câmara de ar para rodar com pneus furados, pois pode trazer riscos à segurança dos passageiros.

É necessário trocar as válvulas quando fazemos manutenção em veículos de passeio

Verdade – normalmente negligenciadas durante as inspeções de manutenção preventiva, mesmo sendo um equipamento de segurança, as válvulas também sofrem desgastes e fadiga. Um dos sintomas é a aparência “craquelada” de sua superfície ou o surgimento de pequenas rachaduras em sua base. Falhas nas válvulas levam a perdas súbitas de pressão. Por isso, elas devem ser sempre substituídas na hora da montagem de pneus novos ou quando acopladas há muito tempo em um pneu retirado para conserto.

Não é possível balancear uma roda empenada ou amassada

Verdade – uma roda empenada ou amassada compromete o balanceamento, a estabilidade e a dirigibilidade do veículo. Ela deve ser reparada ou substituída antes de o pneu ser montado. Apenas acrescentar contrapesos até o conjunto, pelo menos aparentemente, balanceado, não garante que o conjunto ficará estável em todas as faixas de velocidade. Rodas em condições precárias, mesmo que não visivelmente perceptíveis, causam desgastes irregulares e/ou localizados nos pneus.

10 carros mais vendidos no mundo

Se o Chevrolet Onix domina as vendas no Brasil e na América do Sul, no mundo o Toyota Corolla segue firme no ranking de emplacamentos. É o que revela os dados da consultoria Focus2Move, cujas informações apontam que o modelo é o carro mais vendido no planeta em 2020 (até fevereiro).

Na galeria, confira quais são os 10 modelos mais vendidos neste ano.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;