Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Emily Osment quer ir além


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

24/10/2010 | 07:19


Ela não quer mais ser reconhecida apenas como a divertida e esportista personagem Lilly Truscott, melhor amiga de Hannah Montana (Miley Cyrus) na série de mesmo nome, que está sempre atrás de celebridades.

A loira de 18 anos está a fim de mostrar que tem talento para muito mais. Acaba de chegar às lojas seu primeiro CD solo: Fight or Flight. Para apresentar o trabalho aos brasileiros, Emily Osment fará show sábado (30), às 20h30, no Via Funchal (Rua Funchal, 65, tel.: 2144-5444; ingresso de R$ 70 a R$ 280), em São Paulo. No dia 31, é a vez do Rio de Janeiro. Confira o papo por telefone:

O que espera dos shows no Brasil?
Estou muito animada. É a primeira vez que eu e minha banda nos apresentamos em outro país. Vamos tocar muitas canções do novo álbum. É positivo o retorno que estou recebendo do show (que já passou por vários estados norte-americanos e Canadá, país que ela não considera estrangeiro pela proximidade com os Estados Unidos).

O que pensa dos fãs brasileiros?
São muito extrovertidos e estão sempre mandando mensagens pelo Twitter e MySpace. Estou muito feliz por poder estar aí.

Qual o significado do nome do CD?
Fight or Flight (Luta ou Voo, em tradução livre) é quando você se defronta com o medo, pode lutar ou fugir, e eu gosto desse mote. Tem muito a ver com as canções do álbum.Uma delas faz a gente querer estar com os amigos e ser forte; outras falam sobre querer ser livre.

Qual sua favorita?
É a 1-800 Clap Your Hands. Desde quando estávamos escrevendo, sinto que tem novo estilo, um som totalmente novo. Foi uma das primeiras músicas que eu e Adam Schlesinger fizemos. Depois, compomos a maioria das músicas juntos. Essa canção fala sobre permanecer forte. Todo mundo escreve sempre sobre amor. Por que não falar sobre algo novo?

Quando começou a cantar?
Na época da escola primária. Meu colégio tinha coral e era obrigatório participar. Todo dia tínhamos de cantar God Bless America (música patriota). Minha família também é bem musical e isso ajuda. Comecei tendo aulas e logo me apaixonei. Toco guitarra, piano e baixo.

Quem mais admira na música?
Escuto boa música. Agora estou ouvindo Damien Rice e David Grey. Há músicos que sempre admirei, como John Lennon (The Beatles) e Yorke (Radiohead). São pessoas que começaram algo novo na música; isso é honroso.

Prefere interpretar ou cantar?
Atuo desde pequena e fazer música é algo novo, que está muito próximo do meu coração. São diferentes tipos de entretenimento. Não acho que já posso escolher. Sinto-me feliz com o caminho que segui. Sou sortuda por poder fazer os dois.

Sente saudade de atuar em Hannah Montana?
Não. Fico feliz com o caminho que estou seguindo agora. Só sinto falta dos amigos da série. Meu tempo com Hannah Montana acabou. Estou animada para interpretar diferentes papéis.

E os planos para o futuro?
Por enquanto estou em turnê por diferentes lugares para promover o CD. Depois quero fazer filmes e mais música.

É difícil ser famosa?
Muitas coisas boas podem vir com isso. Posso viajar muito e estar com pessoas que todos idolatram. Mas também há dificuldades. Mesmo assim, não substituiria isso.

Qual seu recado?
Sigam-me no myspace.com/emilyosment e pelo site www.officialemilyosment.com. Unam-se à festa e divirtam-se!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;