Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

ACM critica balanço da Gamecorp



25/12/2006 | 21:49


O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) afirmou que um contador ligado ao “valerioduto” deve ter sido o responsável pelo balanço de 2005 da Gamecorp, que registrou prejuízo de R$ 3,479 milhões. A empresa tem entre os sócios o empresário Fábio Luís Lula da Silva, filho do presidente reeleito Luiz Inácio Lula da Silva.

O mau resultado aconteceu no mesmo ano em que a Telemar virou acionista da companhia, comprando 35% de participação por R$ 2,5 milhões.

ACM tem sido um severo crítico da transação entre a Gamecorp e a Telemar. Em discursos seguidos no plenário do Senado, ele costuma levantar suspeitas sobre a operação. Disse que o balanço reforça essas suposições. “É inacreditável que tenha havido prejuízo. Pelo que sabemos, a empresa está envolvida em muitos projetos e deveria ter lucros muito grandes. Acho que tem algo errado aí e o contador que conseguiu registrar esse prejuízo deve ser o mesmo do 'valerioduto”, disse.

A Gamecorp nasceu com capital de R$ 10 mil. Em 2005, logo depois da operação de compra de parte da empresa pela Telemar, os sócios da Gamecorp aumentaram o capital da companhia em mais R$ 2,7 milhões, depois de entrada dos recursos da Telemar e da garantia de exclusividade pelo conteúdo do que produzissem. Em 2005, a Telemar investiu mais R$ 5 milhões na Gamecorp.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;