Internacional Titulo
Hospital indeniza paciente por blecaute durante cirurgia
Por Da EFE
04/12/2003 | 11:13
Compartilhar notícia


Um hospital de Pequim foi condenado nesta quinta-feira a pagar 650 mil iuanes (US$ 78 mil) à família de um paciente que sofreu graves lesões cerebrais depois que um blecaute interrompeu por duas horas a cirurgia à qual estava sendo submetido.

Em março de 2000, Hou Zhaokun era operado de um tumor cerebral no hospital pequinês de Lize, quando houve uma falha na corrente elétrica que deixou todo o bairro sem luz, incluindo o centro hospitalar.

O mais impressionante do caso é que, como a energia não voltava, os médicos chamaram os familiares de Hou para lhes pedir que levassem ao hospital um gerador elétrico para continuar a urgente operação.

Os parentes do doente chegaram 15 minutos depois com o gerador, e todos levaram mais de uma hora e meia para instalar o aparelho. Finalmente, a luz voltou e a intervenção cirúrgica foi retomada.

O paciente ficou quase duas horas sem assistência, o que lhe causou lesões cerebrais irreversíveis. Embora tenha sobrevivido e o tumor tenha sido extirpado, ele está com um dos lados do corpo paralisado desde então.

A família de Hao ressalta que a indenização estabelecida pelos tribunais "não compensa o que sofremos nos últimos três anos" e, por isso, apelarão da sentença judicial e vão exigir uma compensação de 1,84 milhão de iuanes (US$ 200 mil).

Apesar de muitos hospitais chineses não contarem com as adequadas instalações, materiais ou medidas sanitárias, a lei nacional afirma que todos os estabelecimentos devem ter seu próprio sistema elétrico de emergência.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;