Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Fórmula 1 confirma cancelamento e retorno do GP da Holanda ficará para 2021

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Reestreia da prova, a ser realizada no Circuito de Zandvoort, ficará para a próxima temporada



28/05/2020 | 08:06


Sem poder contar com torcida em seu retorno ao calendário da Fórmula 1, a organização do GP da Holanda decidiu cancelar nesta quinta-feira a corrida marcada para este ano. A reestreia da prova, a ser realizada no Circuito de Zandvoort, ficará para a próxima temporada.

A corrida seria disputada sem a presença de público em razão da pandemia do novo coronavírus. Justamente por causa da covid-19, o GP já havia sido adiado, sem nova data definida. Inicialmente, estava marcado para 3 de maio. Torcedores que compraram ingressos poderão utilizá-los em 2021.

"Nós gostaríamos de celebrar este momento, o retorno à Fórmula 1 em Zandvoort, junto com todos os nossos fãs de automobilismo da Holanda", disse o promotor da prova, Jan Lammers. "Pedimos a todos para serem pacientes. Tive que esperar por isso por 35 anos, então posso esperar mais um ano." A prova holandesa foi disputada pela última vez na F-1 em 1985.

O retorno de Zandvoort era uma das principais atrações da nova temporada da F-1. O antigo circuito passou por forte reformulação nos últimos anos e vinha sendo aguardado com ansiedade. Max Verstappen, piloto da casa, até já havia dado uma volta com sua Red Bull no traçado em março, na reinauguração da pista.

A prova holandesa é a quarta a ser cancelada no atual calendário da F-1, em razão da pandemia. Antes, foram cortados os GPs da Austrália, de Mônaco e da França. Outras seis corridas foram suspensas.

A temporada 2020 deveria ter começado justamente na Austrália, em 15 de março. Mas o início vem sendo adiado pouco a pouco por causa do risco de contaminação por covid-19. No momento, a primeira prova confirmada do ano é o GP da Áustria, marcado para 5 de julho.

O novo calendário, com os devidos ajustes após tantas mudanças, ainda não foi divulgado pela cúpula da F-1. Mas os dirigentes já adiantaram que o remodelado campeonato terá entre 15 e 18 corridas neste ano, ao invés do recorde de 22, projetadas inicialmente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fórmula 1 confirma cancelamento e retorno do GP da Holanda ficará para 2021

Reestreia da prova, a ser realizada no Circuito de Zandvoort, ficará para a próxima temporada


28/05/2020 | 08:06


Sem poder contar com torcida em seu retorno ao calendário da Fórmula 1, a organização do GP da Holanda decidiu cancelar nesta quinta-feira a corrida marcada para este ano. A reestreia da prova, a ser realizada no Circuito de Zandvoort, ficará para a próxima temporada.

A corrida seria disputada sem a presença de público em razão da pandemia do novo coronavírus. Justamente por causa da covid-19, o GP já havia sido adiado, sem nova data definida. Inicialmente, estava marcado para 3 de maio. Torcedores que compraram ingressos poderão utilizá-los em 2021.

"Nós gostaríamos de celebrar este momento, o retorno à Fórmula 1 em Zandvoort, junto com todos os nossos fãs de automobilismo da Holanda", disse o promotor da prova, Jan Lammers. "Pedimos a todos para serem pacientes. Tive que esperar por isso por 35 anos, então posso esperar mais um ano." A prova holandesa foi disputada pela última vez na F-1 em 1985.

O retorno de Zandvoort era uma das principais atrações da nova temporada da F-1. O antigo circuito passou por forte reformulação nos últimos anos e vinha sendo aguardado com ansiedade. Max Verstappen, piloto da casa, até já havia dado uma volta com sua Red Bull no traçado em março, na reinauguração da pista.

A prova holandesa é a quarta a ser cancelada no atual calendário da F-1, em razão da pandemia. Antes, foram cortados os GPs da Austrália, de Mônaco e da França. Outras seis corridas foram suspensas.

A temporada 2020 deveria ter começado justamente na Austrália, em 15 de março. Mas o início vem sendo adiado pouco a pouco por causa do risco de contaminação por covid-19. No momento, a primeira prova confirmada do ano é o GP da Áustria, marcado para 5 de julho.

O novo calendário, com os devidos ajustes após tantas mudanças, ainda não foi divulgado pela cúpula da F-1. Mas os dirigentes já adiantaram que o remodelado campeonato terá entre 15 e 18 corridas neste ano, ao invés do recorde de 22, projetadas inicialmente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;