Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

ELN liberta fiel seqüestrado em igreja Católica em Bogotá


Do Diário do Grande ABC

11/10/1999 | 13:39


De acordo com declaraçoes de familiares, a guerrilha colombiana do ELN libertou o advogado Jorge Salazar, um dos cerca de 150 fiéis seqüestrados em 30 de maio, numa igreja católica da cidade de Cáli (Sudoeste).

Salazar (35 anos) caminhou durante 12 dias pela selva montanhosa, até chegar no domingo a Buenaventura, principal porto colombiano sobre no Oceano Pacífico, onde entrou em contato com seus familiares em Cáli (470 km de Bogotá).

Numa primeira declaraçao aos jornalistas, o advogado declarou que esteve cativo numa zona montanhosa do Departamento de Valle (cuja capital é Cáli), junto com outras nove pessoas, entre elas uma jovem.

``Me libertaram por razoes humanitárias'', declarou Salazar.

Os rebeldes do Exército de Libertaçao Nacional (ELN, guevarista) ainda mantêm como reféns pelo menos 35 fiéis em diversas localidades de Valle.

Na última quarta-feira, os guerrilheiros libertaram também Efraín Guerrero (65 anos), seqüestrado no mesmo dia e local que o advogado.

Segundo as autoridades, dez reféns foram soltos no mês passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

ELN liberta fiel seqüestrado em igreja Católica em Bogotá

Do Diário do Grande ABC

11/10/1999 | 13:39


De acordo com declaraçoes de familiares, a guerrilha colombiana do ELN libertou o advogado Jorge Salazar, um dos cerca de 150 fiéis seqüestrados em 30 de maio, numa igreja católica da cidade de Cáli (Sudoeste).

Salazar (35 anos) caminhou durante 12 dias pela selva montanhosa, até chegar no domingo a Buenaventura, principal porto colombiano sobre no Oceano Pacífico, onde entrou em contato com seus familiares em Cáli (470 km de Bogotá).

Numa primeira declaraçao aos jornalistas, o advogado declarou que esteve cativo numa zona montanhosa do Departamento de Valle (cuja capital é Cáli), junto com outras nove pessoas, entre elas uma jovem.

``Me libertaram por razoes humanitárias'', declarou Salazar.

Os rebeldes do Exército de Libertaçao Nacional (ELN, guevarista) ainda mantêm como reféns pelo menos 35 fiéis em diversas localidades de Valle.

Na última quarta-feira, os guerrilheiros libertaram também Efraín Guerrero (65 anos), seqüestrado no mesmo dia e local que o advogado.

Segundo as autoridades, dez reféns foram soltos no mês passado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;