Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Por que as formigas andam em fila?

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pequenos insetos são considerados sociais, uma vez que apresentam rigorosa organização


Tauana Marin
Diário do Grande ABC

29/02/2020 | 23:59


As formigas se locomovem em espécie de ‘fila indiana’, caracterizada por colocar um indivíduo atrás do outro, para evitar que se percam umas das outras e, assim, conseguir chegar ao destino predeterminado. Aquela que vai à frente libera o chamado feromônio de trilha, substância que é detectada pelas antenas dos insetos seguintes e todas seguem esse elemento de maneira ordeira.

Na verdade, não é apenas ao se movimentarem que as formigas se mostram extremamente organizadas. Esses pequenos seres são denominados de sociais tamanho esquema de sobrevivência que fazem parte. Há divisão de trabalho entre os diferentes tipos de indivíduos que compõem a colônia, local que inclui grande número de formigas operárias e, normalmente, uma fêmea reprodutora (a rainha).

As operárias desempenham vários papéis dentro desse universo, sendo responsáveis pela limpeza, coleta de comida, organização e construção do espaço, além de terem que Estima-se que existem cerca de 16 mil espécies de formigas em todo o mundo, sendo mais de 2.000 espécies espalhadas pelo território brasileiro.

As mais comuns de serem encontradas dentro das residências são a faraó (monomorium pharaonis), a fantasma (tapinoma melanocephalum), a argentina (linepithelma humili) e a louca (paratrechina longicornis).

A alimentação desses pequenos insetos é variada. Alguns comem exclusivamente fungos (que é o caso das formigas cortadeiras), outros costumam se alimentar de seiva (líquido que permite o transporte de água, nutrientes, hormônios, oxigênio e gás carbônico pelo corpo da planta) e ainda existem aqueles que buscam matéria orgânica em decomposição (caso de outros animais mortos).

Acredita-se que esses bichinhos tenham surgido na Era Mesozóica no período Cretáceo (que se estende de 135 a 65 milhões de anos). Por essa razão, compartilharam território com os dinossauros e sobreviveram à grande extinção em massa desses seres no passado.

MUSCULOSAS - Apesar de pequenas e leves, as formigas possuem músculos bem desenvolvidos. Essa estrutura corporal, aliada à angulação de suas seis pernas, contribui para que utilizem a maior parte de sua força para carregar cargas extremamente pesadas, que podem chegar a cerca de 50 vezes o seu peso.

Outra curiosidade sobre o corpo das formigas está em seu sistema digestivo. Quando engolem alimento líquido, esse cai em cavidade, onde há espécie de filtro, separando até as menores partículas sólidas. Ao chegarem na colônia, elas transferem esse líquido para outras formigas de boca em boca (em processo conhecido como trofalaxia) e é assim que o alimento chega para todas as moradoras do formigueiro. Depois disso é que digerem o alimento recebido no seu estômago verdadeiro.

Algumas espécies de formigas conseguem percorrer um quilômetro por dia. De certa forma comparativa e levando em conta devidas proporções, isso representa para os seres humanos distância de cerca de 1.720 quilômetros.

Consultoria de Andréa Cristina Moreira Pagnota, bióloga do Museu Planeta Inseto, do Instituto Biológico de São Paulo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;