Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Mutuários da região renegociam dívidas com CDHU durante ação

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

No total, 952 moradores normalizaram situação de seus contratos


Tauana Marin
Do dgabc.com.br

15/02/2020 | 00:01


Campanha de regularização de débitos financeiros em atraso da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), encerrada em janeiro, ajudou 952 mutuários do Grande ABC que renegociaram as pendências com a companhia ou as quitaram definitivamente.

A ação, chamada de CDHU em Dia, resultou na redução de 2,06 pontos percentuais no índice de inadimplência, que atualmente atinge taxa de 14% dos 7.131 contratos ativos nas sete cidades.

Dos mutuários beneficiados, 702 fizeram acordo com a empresa, o que representou R$ 5 milhões em dívidas renegociadas. Outros 250 mutuários liquidaram suas pendências financeiras, permitindo arrecadação de mais R$ 410 mil.

NO ESTADO
A campanha beneficiou 36.372 mutuários, o que propiciou baixa de 3,51 pontos percentuais no índice de inadimplência – atualmente atinge taxa de 17,99% dos 313.404 contratos ativos no Estado de São Paulo.

“Além de ser uma oportunidade para os mutuários regularizarem suas pendências com a CDHU, essa campanha permitiu a recuperação de valores que serão reinvestidos pelo governo do Estado na construção de mais moradias populares”, explicou o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino.

Segundo o balanço final, 28.353 mutuários fizeram acordo com a empresa. Isso representa R$ 162,66 milhões em dívidas renegociadas. Outros 8.019 contratos tiveram as pendências financeiras liquidadas, permitindo a arrecadação de mais R$ 10,52 milhões. Vale lembrar que todos esses mutuários passaram a ter a situação regularizada nos órgãos de proteção ao crédito.

ESPECIAIS
Entre as condições oferecidas para facilitar o acordo estavam a isenção de juro e mora para quem quitasse integralmente a dívida, isenção de entrada para quem deve até 11 prestações e ainda não fez acordo com a CDHU. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mutuários da região renegociam dívidas com CDHU durante ação

No total, 952 moradores normalizaram situação de seus contratos

Tauana Marin
Do dgabc.com.br

15/02/2020 | 00:01


Campanha de regularização de débitos financeiros em atraso da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), encerrada em janeiro, ajudou 952 mutuários do Grande ABC que renegociaram as pendências com a companhia ou as quitaram definitivamente.

A ação, chamada de CDHU em Dia, resultou na redução de 2,06 pontos percentuais no índice de inadimplência, que atualmente atinge taxa de 14% dos 7.131 contratos ativos nas sete cidades.

Dos mutuários beneficiados, 702 fizeram acordo com a empresa, o que representou R$ 5 milhões em dívidas renegociadas. Outros 250 mutuários liquidaram suas pendências financeiras, permitindo arrecadação de mais R$ 410 mil.

NO ESTADO
A campanha beneficiou 36.372 mutuários, o que propiciou baixa de 3,51 pontos percentuais no índice de inadimplência – atualmente atinge taxa de 17,99% dos 313.404 contratos ativos no Estado de São Paulo.

“Além de ser uma oportunidade para os mutuários regularizarem suas pendências com a CDHU, essa campanha permitiu a recuperação de valores que serão reinvestidos pelo governo do Estado na construção de mais moradias populares”, explicou o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino.

Segundo o balanço final, 28.353 mutuários fizeram acordo com a empresa. Isso representa R$ 162,66 milhões em dívidas renegociadas. Outros 8.019 contratos tiveram as pendências financeiras liquidadas, permitindo a arrecadação de mais R$ 10,52 milhões. Vale lembrar que todos esses mutuários passaram a ter a situação regularizada nos órgãos de proteção ao crédito.

ESPECIAIS
Entre as condições oferecidas para facilitar o acordo estavam a isenção de juro e mora para quem quitasse integralmente a dívida, isenção de entrada para quem deve até 11 prestações e ainda não fez acordo com a CDHU. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;