Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Renan Calheiros diz que crise não pode atingir a instituição


Do Diário OnLine

21/06/2007 | 17:18


O presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta quinta-feira que não vai permitir que a atual crise política que ele enfrenta no Congresso Nacional atinja a instituição. “Expus minhas vísceras, mas não vou permitir que isso aconteça com os outros senadores”, assinalou.

De acordo com Renan, ele não abandonará o cargo justamente porque não quer ver uma crise institucional. Ao chegar ao Congresso nesta quinta, ele classificou de esquizofrênica toda esta situação que ele está enfrentando em Brasília.

Antes disso, o peemedebista havia dito a assessores que se sente traído por alguns de seus aliados que integram o Conselho de Ética do Senado, que não decidiram pelo arquivamento do processo que corre contra ele no órgão. No entanto, aos jornalistas, ele falou que está confortável com o apoio que tem recebido.

Questionado pelos repórteres, ele mostrou que não está preocupado com o fato de o Conselho de Ética ter adiado a votação do relatório que pede o arquivamento das denúncias contra ele.

Histórico – Renan Calheiros é acusado de receber dinheiro da empreiteira Mendes Júnior para o pagamento de pensão à jornalista Mônica Veloso, com quem teve uma filha durante um relacionamento extraconjugal. O Psol moveu uma representação contra ele diante das suspeitas de quebra de decoro parlamentar.

Para comprovar seus rendimentos e mostrar que os pagamentos para Mônica saíam de seu bolso — e não das contas da Mendes Júnior —, o senador apresentou ao Conselho alguns documentos que indicavam um ganho de R$ 1,9 milhão nos últimos anos como fruto da venda de gado.

Foi então que surgiu uma segunda denúncia: a de que as notas apresentadas ao Conselho seriam 'frias'. Investigadores da Polícia Federal estão realizando uma perícia nos documentos para apurar a acusação.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;