Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Fevereiro


Dom Pedro Cipollini

03/02/2020 | 00:01


O mês de fevereiro é o menor do calendário, nem por isso deixa de ter sua riqueza, assinalando datas importantes. Logo se pensa no Carnaval, e as pessoas costumam dizer que o Brasil só funciona após o Carnaval. É ideia equivocada, porque a maioria da população está desde o início do ano trabalhando, e muito.

O que podemos desejar é que os festejos do Carnaval, esta bonita festa popular, tragam alegria verdadeira, não só contentamento que passa rápido, deixando angústia e desgosto de paixões mal vividas, muitas vezes afogadas em bebida.

Algumas categorias de trabalhadores serão contempladas neste mês: dia 1º foi dia do publicitário; dia 7, do gráfico; dia 10, do atleta. Sempre nos lembraremos de alguns amigos conhecidos para homenagear neste seu dia, e isso é bom.

É rico também o calendário religioso, que assinalou ontem como o dia em que celebramos Nossa Senhora da Candelária, ela apresenta Jesus ‘luz do mundo’; hoje, São Brás, que protege a garganta; dia 11, Nossa Senhora de Lourdes, dia da bênção aos doentes, pois Lourdes é o maior centro de peregrinações de doentes do mundo; e, dia 22, Dia da Cátedra de São Pedro.

Mas é a Quarta-Feira de Cinzas o dia mais importante. Na minha agenda tem a seguinte frase nesta data: ‘Tropeçamos sempre nas pedras pequenas, porque as grandes sempre enxergamos’. De fato, são tantas pedras pequenas no nosso caminho que, às vezes, formam obstáculos intransponíveis. E pensar que muitas dessas pedras nós mesmos colocamos!

A Quarta-Feira de Cinzas assinala o início da Quaresma, tempo propício para refletir mais demoradamente nas pedras do caminho que nos atrapalham em nossa caminhada para Deus e para os irmãos.

Quaresma é tempo de penitência e isso parece anacrônico. Ela, porém, é aconselhada por muitos profissionais admirados e seguidos. Não há penitência maior que o autoconhecimento, é aconselhado por psicólogos. Comer menos, fazer exercícios, o que tira do comodismo, são aconselhados pelos médicos. Ter educação e cordialidade no trato é aconselhado por qualquer agência de emprego. Deixar a preguiça, trabalhar com honestidade são normas em qualquer curso de capacitação. Paciência no trânsito é ensinada em autoescolas e assim por diante...

Não fumar, não beber em excesso são recomendados pelo Ministério da Saúde. Ensinar crianças a ter disciplina é sinal de amor por elas, dizem os pedagogos. Enfim, a penitência está na ordem do dia com outro nome.

Quando os profissionais prescrevem é qualidade de vida. Quando a Igreja propõe com base no Evangelho é atraso, repressão etc. A diferença é que para a pessoa religiosa tudo isso deve ser feito por amor, como Jesus recomenda, e não por interesse ou segundas intenções. Vivamos bem o mês de fevereiro, que neste ano é bissexto, e, portanto, mais longo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fevereiro

Dom Pedro Cipollini

03/02/2020 | 00:01


O mês de fevereiro é o menor do calendário, nem por isso deixa de ter sua riqueza, assinalando datas importantes. Logo se pensa no Carnaval, e as pessoas costumam dizer que o Brasil só funciona após o Carnaval. É ideia equivocada, porque a maioria da população está desde o início do ano trabalhando, e muito.

O que podemos desejar é que os festejos do Carnaval, esta bonita festa popular, tragam alegria verdadeira, não só contentamento que passa rápido, deixando angústia e desgosto de paixões mal vividas, muitas vezes afogadas em bebida.

Algumas categorias de trabalhadores serão contempladas neste mês: dia 1º foi dia do publicitário; dia 7, do gráfico; dia 10, do atleta. Sempre nos lembraremos de alguns amigos conhecidos para homenagear neste seu dia, e isso é bom.

É rico também o calendário religioso, que assinalou ontem como o dia em que celebramos Nossa Senhora da Candelária, ela apresenta Jesus ‘luz do mundo’; hoje, São Brás, que protege a garganta; dia 11, Nossa Senhora de Lourdes, dia da bênção aos doentes, pois Lourdes é o maior centro de peregrinações de doentes do mundo; e, dia 22, Dia da Cátedra de São Pedro.

Mas é a Quarta-Feira de Cinzas o dia mais importante. Na minha agenda tem a seguinte frase nesta data: ‘Tropeçamos sempre nas pedras pequenas, porque as grandes sempre enxergamos’. De fato, são tantas pedras pequenas no nosso caminho que, às vezes, formam obstáculos intransponíveis. E pensar que muitas dessas pedras nós mesmos colocamos!

A Quarta-Feira de Cinzas assinala o início da Quaresma, tempo propício para refletir mais demoradamente nas pedras do caminho que nos atrapalham em nossa caminhada para Deus e para os irmãos.

Quaresma é tempo de penitência e isso parece anacrônico. Ela, porém, é aconselhada por muitos profissionais admirados e seguidos. Não há penitência maior que o autoconhecimento, é aconselhado por psicólogos. Comer menos, fazer exercícios, o que tira do comodismo, são aconselhados pelos médicos. Ter educação e cordialidade no trato é aconselhado por qualquer agência de emprego. Deixar a preguiça, trabalhar com honestidade são normas em qualquer curso de capacitação. Paciência no trânsito é ensinada em autoescolas e assim por diante...

Não fumar, não beber em excesso são recomendados pelo Ministério da Saúde. Ensinar crianças a ter disciplina é sinal de amor por elas, dizem os pedagogos. Enfim, a penitência está na ordem do dia com outro nome.

Quando os profissionais prescrevem é qualidade de vida. Quando a Igreja propõe com base no Evangelho é atraso, repressão etc. A diferença é que para a pessoa religiosa tudo isso deve ser feito por amor, como Jesus recomenda, e não por interesse ou segundas intenções. Vivamos bem o mês de fevereiro, que neste ano é bissexto, e, portanto, mais longo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;