Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Aliança pelo Brasil pretende coletar 300 assinatura em São Bernardo

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Atividade tem previsão de ocorrer na praça da Igreja Matriz, no sábado, a partir das 9h


Daniel Tossato
Do dgabc.com.br

09/01/2020 | 16:56


Sigla em formação para acolher o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e seus seguidores, o Aliança pelo Brasil realiza no sábado (11), a partir das 9h, coleta de assinaturas em São Bernardo. A atividade está marcada para a Igreja Matriz, com objetivo de obter 300 rubricas a favor da instituição do novo partido.

O ato é coordenador por Paulo Eduardo Lopes, conhecido como Paulo Chuchu. Assessor do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente, Chuchu foi designado pelo clã bolsonarista para coordenar a criação da agremiação no Grande ABC.

Chuchu está otimista, tanto que espera que Bolsonaro grave vídeo convocando a população de São Bernardo a registrar aval à implementação do Aliança. “Estamos com essa expectativa. O Jair Bolsonaro me falou que vai anunciar a atividade de São Bernardo em suas redes. Não podemos precisar quantas assinaturas vamos coletar, mas estamos projetando algo em torno de 300 nomes”, afirmou. O coordenador ainda pretende levar as assinaturas para homologaçãop ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) no mesmo dia. “Como os cartório eleitorais fecham ao meio-dia, a intenção é realizarmos uma atividade rápida, com intenção de entregar as assinaturas no mesmo dia.”

Sobre a intenção de coletar assinaturas pela internet, como projetou Bolsonaro inicialmente para a criação do Aliança pelo Brasil, Chuchu descartou a possibilidade. “Essa situação não foi viável para este momento, pois precisa homologar um aplicativo ou algum sistema que precisa do aval do próprio TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e não temos o tempo hábil para isso”, disse.

Em dezembro, o TSE liberou a coleta de assinaturas eletrônicas para a criação do novo partido de Bolsonaro, além das assinaturas físicas, porém, a Justiça Eleitoral ainda decide como se dará essa coleta de apoios. Para Bolsonaro, somente dessa maneira o Aliança pelo Brasil conseguiria receber adesões há tempo de participar das próximas eleições deste ano.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;