Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bruno Henrique provoca o Vasco: 'Estamos brigando por título, já eles...'



14/11/2019 | 00:07


Bruno Henrique resolveu provocar o Vasco após o empate por 4 a 4, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Autor de dois gols do Flamengo no clássico, o atacante enalteceu a sua equipe e ironizou a campanha do rival, que chegou a brigar pelo rebaixamento, mas hoje está na zona intermediária da classificação, com chances remotas de obter uma vaga na Copa Libertadores de 2020, enquanto o time rubro-negro está perto de garantir a taça.

"Discussão de jogo. Para ganhar da gente tem que ser assim. A equipe está de parabéns pelo desempenho, pela atitude. Mas vou aproveitar para mandar um recado: 'Nós estamos brigando pelo título, eles não sei pelo que estão brigando'", falou Bruno Henrique.

Os ânimos estavam à flor da pele no final da partida. Após uma discussão entre Pablo Mari e Ribamar, houve um tumulto generalizado, rapidamente contido pelos treinadores de ambas as equipes. No entanto, o clima acabou ficando quente.

"Temos que ter a cabeça no lugar. Isso é o que eles queriam. Ficaram fazendo gracinha o tempo inteiro. O Henríquez provocou o jogo todo. Nós perdemos a cabeça um pouco. Perdemos o foco do jogo, mas não da batalha. Vamos descansar, porque a gente tem grandes coisas pela frente", concluiu o atacante.

Bruno Henrique citou o duelo contra o Grêmio, no próximo domingo, em Porto Alegre, jogo que poderia dar o título brasileiro para a equipe rubro-negro se não fosse o tropeço diante de seu arquirrival. No dia 23, o time carioca faz a final da Libertadores frente o River Plate, em Lima, no Peru.

PROVOCAÇÃO - As provocações não aconteceram apenas no final da partida. Bruno Henrique fez gestos provocativos nas suas comemorações de gol. Além do atacante, Rafinha também deu uma alfinetada através de gestos.

No segundo gol do Flamengo, o lateral imitou uma histórica comemoração de Edmundo. Em 1997, o "Animal" saiu rebolando e agitando os braços ao fazer o terceiro gol da vitória por 4 a 1 do Vasco na fase semifinal do Campeonato Brasileiro daquele ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bruno Henrique provoca o Vasco: 'Estamos brigando por título, já eles...'


14/11/2019 | 00:07


Bruno Henrique resolveu provocar o Vasco após o empate por 4 a 4, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Autor de dois gols do Flamengo no clássico, o atacante enalteceu a sua equipe e ironizou a campanha do rival, que chegou a brigar pelo rebaixamento, mas hoje está na zona intermediária da classificação, com chances remotas de obter uma vaga na Copa Libertadores de 2020, enquanto o time rubro-negro está perto de garantir a taça.

"Discussão de jogo. Para ganhar da gente tem que ser assim. A equipe está de parabéns pelo desempenho, pela atitude. Mas vou aproveitar para mandar um recado: 'Nós estamos brigando pelo título, eles não sei pelo que estão brigando'", falou Bruno Henrique.

Os ânimos estavam à flor da pele no final da partida. Após uma discussão entre Pablo Mari e Ribamar, houve um tumulto generalizado, rapidamente contido pelos treinadores de ambas as equipes. No entanto, o clima acabou ficando quente.

"Temos que ter a cabeça no lugar. Isso é o que eles queriam. Ficaram fazendo gracinha o tempo inteiro. O Henríquez provocou o jogo todo. Nós perdemos a cabeça um pouco. Perdemos o foco do jogo, mas não da batalha. Vamos descansar, porque a gente tem grandes coisas pela frente", concluiu o atacante.

Bruno Henrique citou o duelo contra o Grêmio, no próximo domingo, em Porto Alegre, jogo que poderia dar o título brasileiro para a equipe rubro-negro se não fosse o tropeço diante de seu arquirrival. No dia 23, o time carioca faz a final da Libertadores frente o River Plate, em Lima, no Peru.

PROVOCAÇÃO - As provocações não aconteceram apenas no final da partida. Bruno Henrique fez gestos provocativos nas suas comemorações de gol. Além do atacante, Rafinha também deu uma alfinetada através de gestos.

No segundo gol do Flamengo, o lateral imitou uma histórica comemoração de Edmundo. Em 1997, o "Animal" saiu rebolando e agitando os braços ao fazer o terceiro gol da vitória por 4 a 1 do Vasco na fase semifinal do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;