Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 11 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Momento do Vasco faz Luxemburgo mirar vaga na Libertadores: 'Eu quero coisa boa'



18/10/2019 | 20:14


A vitória no clássico sobre o Botafogo, quarta-feira, e o 11.º lugar no Campeonato Brasileiro entusiasmaram o técnico Vanderlei Luxemburgo, que durante a conversa pós-jogo afirmou que um lugar de destaque na classificação só depende do grupo, indicando o desejo de colocar o time na próxima edição da Copa Libertadores.

"Eu quero coisa boa", disse o treinador, em um vídeo feito pelo próprio clube de São Januário e divulgado nesta sexta-feira. "Estamos sete pontos de coisas boas e oito abaixo (zona de rebaixamento)", disse o experiente treinador. "Nós poderemos ser responsáveis pela volta do Vasco à elite do futebol brasileiro. Não é falta de humildade. É humildade com personalidade."

Luxemburgo, que anteriormente falava que sua única meta no Vasco era a manutenção na elite do futebol brasileiro para a temporada 2020, fez questão de elogiar o elenco. "Estão entrando vários jogadores na equipe e todos estão jogando bem. Um time não se faz com apenas 11 jogadores. Parabéns!", afirmou o treinador, que teve seu nome gritado pela torcida na quarta-feira, em São Januário.

Além dos torcedores, os jogadores também destacam o trabalho do treinador. "O Luxemburgo já conhece o grupo 100%. As escolhas estão dando certo, as substituições também. Isso mostra a qualidade que ele tem. É um treinador consagrado e veio para nos ajudar. Ele chegou com a equipe com um ponto e hoje estamos brigando pela parte de cima. Se ele estivesse desde o início da competição, estaríamos mais acima", disse Yago Pikachu, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O clima de confiança tomou conta do Vasco, depois das duas vitórias consecutivas em casa, diante de Fortaleza e Botafogo. "A confiança está lá em cima. Esses três jogos sem perder nos deram confiança. Claro que queríamos os nove pontos, infelizmente não conseguimos e saímos com sete. Agora podemos olhar com um pouco mais de conforto para a parte de cima da tabela. Se não vencer duas rodadas, a pressão volta, mas hoje estamos felizes pelo que apresentamos especialmente nesses últimos dois jogos em casa", acrescentou Pikachu.

O Vasco volta a campo no domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, diante do Internacional, que tem 42 pontos ganhos e está em sexto lugar na classificação, ficando com a última vaga para a Copa Libertadores do próximo ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Momento do Vasco faz Luxemburgo mirar vaga na Libertadores: 'Eu quero coisa boa'


18/10/2019 | 20:14


A vitória no clássico sobre o Botafogo, quarta-feira, e o 11.º lugar no Campeonato Brasileiro entusiasmaram o técnico Vanderlei Luxemburgo, que durante a conversa pós-jogo afirmou que um lugar de destaque na classificação só depende do grupo, indicando o desejo de colocar o time na próxima edição da Copa Libertadores.

"Eu quero coisa boa", disse o treinador, em um vídeo feito pelo próprio clube de São Januário e divulgado nesta sexta-feira. "Estamos sete pontos de coisas boas e oito abaixo (zona de rebaixamento)", disse o experiente treinador. "Nós poderemos ser responsáveis pela volta do Vasco à elite do futebol brasileiro. Não é falta de humildade. É humildade com personalidade."

Luxemburgo, que anteriormente falava que sua única meta no Vasco era a manutenção na elite do futebol brasileiro para a temporada 2020, fez questão de elogiar o elenco. "Estão entrando vários jogadores na equipe e todos estão jogando bem. Um time não se faz com apenas 11 jogadores. Parabéns!", afirmou o treinador, que teve seu nome gritado pela torcida na quarta-feira, em São Januário.

Além dos torcedores, os jogadores também destacam o trabalho do treinador. "O Luxemburgo já conhece o grupo 100%. As escolhas estão dando certo, as substituições também. Isso mostra a qualidade que ele tem. É um treinador consagrado e veio para nos ajudar. Ele chegou com a equipe com um ponto e hoje estamos brigando pela parte de cima. Se ele estivesse desde o início da competição, estaríamos mais acima", disse Yago Pikachu, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O clima de confiança tomou conta do Vasco, depois das duas vitórias consecutivas em casa, diante de Fortaleza e Botafogo. "A confiança está lá em cima. Esses três jogos sem perder nos deram confiança. Claro que queríamos os nove pontos, infelizmente não conseguimos e saímos com sete. Agora podemos olhar com um pouco mais de conforto para a parte de cima da tabela. Se não vencer duas rodadas, a pressão volta, mas hoje estamos felizes pelo que apresentamos especialmente nesses últimos dois jogos em casa", acrescentou Pikachu.

O Vasco volta a campo no domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, diante do Internacional, que tem 42 pontos ganhos e está em sexto lugar na classificação, ficando com a última vaga para a Copa Libertadores do próximo ano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;