Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Números do PED ainda reverberam


Raphael Rocha

25/09/2019 | 06:06


O PED (Processo de Eleição Direta) do PT aconteceu há duas semanas, mas alguns números ainda são tema de debate entre militantes. Um deles é o volume de votantes em dois diretórios: São Bernardo e Diadema. O primeiro conta com cinco vereadores, três deputados (Luiz Fernando e Teonilio Barba, estaduais, além de Vicentinho, federal), o coordenador regional do petismo (Brás Marinho) e o presidente estadual da sigla (Luiz Marinho). O segundo tem três vereadores. Mesmo assim, em Diadema, 2.108 filiados foram votar no processo organizado no dia 8 – a maioria optou por reeleger Adi dos Santos como presidente municipal. Em São Bernardo, 1.354 militantes foram às urnas – a maioria elegeu Cleiton Coutinho. A diferença de engajamento chama atenção e muitos acreditam ser termômetro para a eleição do ano que vem. Na ótica do PT nacional, as duas cidades figuram em listas onde há candidaturas competitivas. 

Transferência 

 A sessão em Mauá foi cancelada devido à falta de energia elétrica após um caminhão se chocar contra um poste na Avenida João Ramalho, no Centro da cidade. Técnicos da Enel trabalharam para restabelecer a situação, mas o presidente da casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), decidiu suspender os trabalhos. Com o cancelamento da sessão de ontem, a atividade foi convocada para hoje. Neycar aguardou o restabelecimento da energia elétrica até momentos antes do evento – marcado para as 14h –, mas a Enel informou que a ligação só seria feita no fim da tarde.

À procura

 A peregrinação do vereador César Oliva (PL), de São Caetano, prossegue. De saída do PL (ele é oposição ao governo, mas o partido apoia a administração de José Auricchio Júnior), Oliva tem conversado com diversas siglas e lideranças. Desta vez, sondou a possibilidade de filiação ao PP (dos vereadores Jander Lira e Ubiratan Figueiredo), ao MDB (dos parlamentares Pio Mielo, Suely Nogueira e Sidão da Padaria) e até ao PSL (que recentemente trocou sua presidência local). 

Cotado 

 Vereador licenciado e secretário de Esportes de São Bernardo, Alex Mognon (PSDB) começou a ganhar força no governo a ponto de seu nome ser cotado para ser candidato a vice do prefeito Orlando Morando (PSDB) na eleição do ano que vem. A interlocutores, Mognon cogitou que poderia até mesmo deixar o PSDB e migrar para DEM ou PP, siglas que anunciaram que estarão no arco de aliados do chefe do Executivo no pleito de 2020.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Números do PED ainda reverberam

Raphael Rocha

25/09/2019 | 06:06


O PED (Processo de Eleição Direta) do PT aconteceu há duas semanas, mas alguns números ainda são tema de debate entre militantes. Um deles é o volume de votantes em dois diretórios: São Bernardo e Diadema. O primeiro conta com cinco vereadores, três deputados (Luiz Fernando e Teonilio Barba, estaduais, além de Vicentinho, federal), o coordenador regional do petismo (Brás Marinho) e o presidente estadual da sigla (Luiz Marinho). O segundo tem três vereadores. Mesmo assim, em Diadema, 2.108 filiados foram votar no processo organizado no dia 8 – a maioria optou por reeleger Adi dos Santos como presidente municipal. Em São Bernardo, 1.354 militantes foram às urnas – a maioria elegeu Cleiton Coutinho. A diferença de engajamento chama atenção e muitos acreditam ser termômetro para a eleição do ano que vem. Na ótica do PT nacional, as duas cidades figuram em listas onde há candidaturas competitivas. 

Transferência 

 A sessão em Mauá foi cancelada devido à falta de energia elétrica após um caminhão se chocar contra um poste na Avenida João Ramalho, no Centro da cidade. Técnicos da Enel trabalharam para restabelecer a situação, mas o presidente da casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), decidiu suspender os trabalhos. Com o cancelamento da sessão de ontem, a atividade foi convocada para hoje. Neycar aguardou o restabelecimento da energia elétrica até momentos antes do evento – marcado para as 14h –, mas a Enel informou que a ligação só seria feita no fim da tarde.

À procura

 A peregrinação do vereador César Oliva (PL), de São Caetano, prossegue. De saída do PL (ele é oposição ao governo, mas o partido apoia a administração de José Auricchio Júnior), Oliva tem conversado com diversas siglas e lideranças. Desta vez, sondou a possibilidade de filiação ao PP (dos vereadores Jander Lira e Ubiratan Figueiredo), ao MDB (dos parlamentares Pio Mielo, Suely Nogueira e Sidão da Padaria) e até ao PSL (que recentemente trocou sua presidência local). 

Cotado 

 Vereador licenciado e secretário de Esportes de São Bernardo, Alex Mognon (PSDB) começou a ganhar força no governo a ponto de seu nome ser cotado para ser candidato a vice do prefeito Orlando Morando (PSDB) na eleição do ano que vem. A interlocutores, Mognon cogitou que poderia até mesmo deixar o PSDB e migrar para DEM ou PP, siglas que anunciaram que estarão no arco de aliados do chefe do Executivo no pleito de 2020.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;