Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Combustível já está até R$ 0,10 mais caro

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Postos do Grande ABC estão recebendo gasolina, diesel e até etanol com valores reajustados


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

21/09/2019 | 07:30


O consumidor do Grande ABC está pagando até R$ 0,10 mais caro ao abastecer seu veículo. Isso porque os postos de combustível já estão recebendo gasolina, diesel e até etanol com valores reajustados.

A alta foi motivada por atentados ocorridos há uma semana a duas refinarias na Arábia Saudita, que produzem cerca de 5,7 milhões de barris de petróleo por dia, cerca de 6% da produção mundial, o que fez com que o preço do barril de petróleo Brent disparasse em quase 15%, para US$ 69,02. Com isso, a Petrobras anunciou na quinta-feira que iria reajustar a gasolina em 3,5% e, o diesel, em 4,2%. O etanol aumentou na esteira dos combustíveis fósseis.

De acordo com Wagner de Souza, presidente do Regran (Sindicato do Comércio Varejista de Derivado de Petróleo do ABCDMRR), a gasolina está chegando de R$ 0,06 a R$ 0,07 mais cara, conforme a distribuidora e, o diesel, de R$ 0,09 a R$ 0,10 a mais. “Até o etanol está vindo com incremento, de R$ 0,03, o que é um absurdo, porque está na safra da cana-de-açúcar e a alta do petróleo não impacta o álcool. Os usineiros viram oportunidade de negócio e elevaram o preço sem motivo”, explicou. “Mesmo a alta da gasolina e do diesel eu não creio que se justifique, pois há refinarias que trabalham com ociosidade. A política de preços da Petrobras não poderia ser atrelada ao mercado internacional e ao valor do barril de petróleo. Estamos num momento de crise, em que o volume de abastecimento já está menor. Não era a hora de fazer esse repasse. E o pior é que sempre sobra para o consumidor”, complementou.

Os custos médios da gasolina, entre R$ 3,99 e R$ 4,29, do diesel, de R$ 3,79 a R$ 3,89, e do etanol, entre R$ 2,69 a R$ 2,79, portanto, serão corrigidos com os acréscimos nos combustíveis após esse aumento.

VANTAJOSO

Mesmo com o incremento do preço do etanol, o combustível limpo segue mais vantajoso do que o fóssil nos postos do Grande ABC.

Para saber qual é a melhor opção para economizar, o consumidor deve multiplicar o preço da gasolina por 70%, uma vez que o etanol rende, em média, esse percentual da gasolina.

Por exemplo, considerando que o valor do litro da gasolina é vendido por R$ 4,19, vezes 0,7 dá R$ 2,93. Significa que, se o etanol for comercializado por preço inferior a esse, vale a pena. Ou seja, se custar R$ 2,79, é vantajoso optar por ele.

CONCORRÊNCIA - O presidente do Regran orienta que o único lado positivo da história é a concorrência, que tende a ficar mais acirrada. “O revendedor terá de olhar o movimento do próprio negócio e ver se é a hora de repassar e quanto repassar ao consumidor. Este, por sua vez, terá de ampliar sua pesquisa de preços, sem deixar de se atentar à qualidade dos combustíveis dos postos.”

Souza aponta que, até segunda-feira, todos os estabelecimentos da região já deverão ter recebido o combustível com o reajuste. “Alguns já aumentaram na quinta-feira, porque já compraram mais caro. Outros tinham estoque para alguns dias, por isso demoraram mais a elevar os custos.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Combustível já está até R$ 0,10 mais caro

Postos do Grande ABC estão recebendo gasolina, diesel e até etanol com valores reajustados

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

21/09/2019 | 07:30


O consumidor do Grande ABC está pagando até R$ 0,10 mais caro ao abastecer seu veículo. Isso porque os postos de combustível já estão recebendo gasolina, diesel e até etanol com valores reajustados.

A alta foi motivada por atentados ocorridos há uma semana a duas refinarias na Arábia Saudita, que produzem cerca de 5,7 milhões de barris de petróleo por dia, cerca de 6% da produção mundial, o que fez com que o preço do barril de petróleo Brent disparasse em quase 15%, para US$ 69,02. Com isso, a Petrobras anunciou na quinta-feira que iria reajustar a gasolina em 3,5% e, o diesel, em 4,2%. O etanol aumentou na esteira dos combustíveis fósseis.

De acordo com Wagner de Souza, presidente do Regran (Sindicato do Comércio Varejista de Derivado de Petróleo do ABCDMRR), a gasolina está chegando de R$ 0,06 a R$ 0,07 mais cara, conforme a distribuidora e, o diesel, de R$ 0,09 a R$ 0,10 a mais. “Até o etanol está vindo com incremento, de R$ 0,03, o que é um absurdo, porque está na safra da cana-de-açúcar e a alta do petróleo não impacta o álcool. Os usineiros viram oportunidade de negócio e elevaram o preço sem motivo”, explicou. “Mesmo a alta da gasolina e do diesel eu não creio que se justifique, pois há refinarias que trabalham com ociosidade. A política de preços da Petrobras não poderia ser atrelada ao mercado internacional e ao valor do barril de petróleo. Estamos num momento de crise, em que o volume de abastecimento já está menor. Não era a hora de fazer esse repasse. E o pior é que sempre sobra para o consumidor”, complementou.

Os custos médios da gasolina, entre R$ 3,99 e R$ 4,29, do diesel, de R$ 3,79 a R$ 3,89, e do etanol, entre R$ 2,69 a R$ 2,79, portanto, serão corrigidos com os acréscimos nos combustíveis após esse aumento.

VANTAJOSO

Mesmo com o incremento do preço do etanol, o combustível limpo segue mais vantajoso do que o fóssil nos postos do Grande ABC.

Para saber qual é a melhor opção para economizar, o consumidor deve multiplicar o preço da gasolina por 70%, uma vez que o etanol rende, em média, esse percentual da gasolina.

Por exemplo, considerando que o valor do litro da gasolina é vendido por R$ 4,19, vezes 0,7 dá R$ 2,93. Significa que, se o etanol for comercializado por preço inferior a esse, vale a pena. Ou seja, se custar R$ 2,79, é vantajoso optar por ele.

CONCORRÊNCIA - O presidente do Regran orienta que o único lado positivo da história é a concorrência, que tende a ficar mais acirrada. “O revendedor terá de olhar o movimento do próprio negócio e ver se é a hora de repassar e quanto repassar ao consumidor. Este, por sua vez, terá de ampliar sua pesquisa de preços, sem deixar de se atentar à qualidade dos combustíveis dos postos.”

Souza aponta que, até segunda-feira, todos os estabelecimentos da região já deverão ter recebido o combustível com o reajuste. “Alguns já aumentaram na quinta-feira, porque já compraram mais caro. Outros tinham estoque para alguns dias, por isso demoraram mais a elevar os custos.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;